Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

No Brasil, guerra na Ucrânia seria resolvida na cerveja, brinca Lula

Lula pediu, na presença de representantes de 11 países, para que o conflito entre a Rússia e Ucrânia fosse resolvido

atualizado 30/03/2022 20:45

Luiz Inácio Lula da Silva, 35º presidente do Brasil. Ele tem cabelos brancos e barba branca - MetrópolesFábio Vieira/Metrópoles

Lula disse, na noite desta quarta-feira (30/3), que, se a guerra contra a Ucrânia fosse no Brasil, seria resolvida numa mesa de bar “com uma ou duas cervejas”.

No evento Democracia e Igualdade, promovido pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro e pelo Grupo de Puebla, o ex-presidente pediu, na presença de representantes de onze países, para que o conflito entre a Rússia e a Ucrânia fosse resolvido.

“O povo quer paz, o povo precisa de paz. A quem interessa essa guerra? Aqui no Brasil, a gente conversaria com cerveja, numa mesa de bar. Se não fosse na primeira cerveja, seria na segunda, ou até a caixa acabar”, brincou o petista.

O evento desta terça-feira teve a presença de cerca de cinco mil pessoas. O deputado estadual Alexandre Freitas, do Podemos do Rio de Janeiro, pediu na Justiça para que o TSE e o TJRJ não autorizassem o evento, mas os tribunais negaram o pedido.

0

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna