Com Bruna Lima, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Ministério da Saúde no Rio terá Audi a seu dispor

A Superintendência se compromete a assumir gastos do carro

atualizado 18/06/2021 22:53

O Ministério da Saúde no Rio de Janeiro terá um luxo a seu dispor: um Audi Q3. O veículo foi doado pela Receita Federal à Superintendência da pasta no Rio, após ser tomado pelo fisco. O termo de responsabilidade pelo carro foi assinado pelo coronel George Divério, então superintendente da pasta no estado e que foi demitido em maio depois de assinar contratos sem licitação para a reforma de prédios administrativos.

No termo, a Superintendência se compromete a assumir gastos do carro, como transferência e licenciamento do veículo. A conta, no entanto, não deve parar por aí: o carro está com vidros traseiro e lateral quebrados. A Superintendência, agora sob a gestão do coronel da reserva Pedro Pinheiro, confirma que o veículo está parado no depósito, aguardando trâmites burocráticos e manutenção e, após isso, será usado pelo órgão. Não diz, porém, quanto isso custará aos cofres públicos e quem especificamente usará o automóvel.

0

A Superintendência afirma, porém, que, com um carro a mais, poderá rever seu contrato de locação de veículos para diminuir gastos com frota. O órgão se recusou a responder se partiu deles ou da Receita a iniciativa de doar o carro.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna