Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Lucas Marchesini

Médica em audiência pública na Saúde convocou protesto contra vacina

Indicada pela deputada bolsonarista Bia Kicis, Roberta Lacerda convocou população contra o passaporte da vacina; o chamado fracassou

atualizado 04/01/2022 16:42

Reprodução

A médica Roberta Lacerda, uma das indicadas pela deputada Bia Kicis para a audiência do Ministério da Saúde sobre vacinação infantil nesta terça-feira (4/1), convocou a população brasileira a protestar nas ruas contra o passaporte vacinal.

“Às ruas!!! Dia 4 de janeiro!!! Nosso novo dia de luta pela liberdade!!!”, escreveu Lacerda no Twitter na última sexta-feira (31/12), ao comentar uma decisão do ministro do STF Ricardo Lewandowski que liberou a cobrança do passaporte da vacina nas universidades federais.

A pregação da médica bolsonarista, feita para esta terça-feira, contudo, fracassou. Não houve manifestações nas ruas contra o imunizante. Além de atacar a vacina, a médica estimulou aglomerações e, assim, desrespeitou outra medida sanitária básica para conter o vírus que matou 619 mil brasileiros.

Lacerda e outros dois médicos, Roberto Zeballos e Augusto Nasser, representaram a Comissão de Constituição de Justiça da Câmara, presidida por Kicis, na audiência do Ministério da Saúde.

Os três médicos são antivacina, defendem em suas redes sociais o uso de remédios sem eficácia comprovada e manifestam apoio a Jair Bolsonaro. São, portanto, negacionistas.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna