Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Natália Portinari

Ex de Bolsonaro falta duas vezes a depoimento e irrita PF

A PF apura supostos crimes de tráfico de influência e lavagem de dinheiro que envolvem Jair Renan Bolsonaro

atualizado 14/08/2022 20:35

Ana Cristina Siqueira Valle ex-esposa do Presidente Jair Bolsonaro Igo Estrela/Metrópoles

É grande a irritação na Polícia Federal com a advogada Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher de Jair de Bolsonaro, por ter faltado a dois depoimentos no inquérito que investiga seu filho com o presidente, o influenciador digital Jair Renan Bolsonaro.

A PF apura supostos crimes de tráfico de influência e lavagem de dinheiro que envolvem negócios da empresa de Jair Renan, a Bolsonaro Jr Eventos.

Em depoimento à PF em abril, um ano após a abertura do inquérito, Renan Bolsonaro confirmou ter recebido ajuda do lobista Marconny Faria, alvo da CPI da Pandemia, para criar sua empresa, a Bolsonaro Jr Eventos. Os contratos de aluguel e reforma do escritório de Renan chegaram a R$ 158 mil.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna