Deputado evangélico respalda Mendonça pró-casamento civil homoafetivo

“Juiz não é parlamentar”, diz Silas Câmara, liderança da bancada evangélica, sobre declaração de André Mendonça no Senado

O deputado Silas Câmara, liderança da bancada evangélica na Câmara, concordou nesta quarta-feira (1º/12) com a afirmação de André Mendonça em defesa do casamento civil homoafetivo. Escolhido por Jair Bolsonaro para ser o “terrivelmente evangélico” no Supremo, o pastor e ex-ministro está sendo sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, após cinco meses de espera.

Mais cedo, Mendonça afirmou aos senadores: “Defenderei o direito constitucional do casamento civil das pessoas do mesmo sexo”. A afirmação contraria pautas conservadoras patrocinadas pela bancada evangélica e o governo Bolsonaro no Congresso.

1/5
O queridinho de Jair Bolsonaro e novo ministro do STF, André Mendonça, chamou a atenção durante a sabatina pelo Senado por algo mais do que seus conhecimentos jurídicos
O implante capilar feito pelo ex-ministro da Justiça também se destacou e virou assunto entre os convidados (e, obviamente, nas redes sociais)
Ministro do STF André Mendonça
Na época, no entanto, o transplante estava em "fase inicial". Agora, os fios já estão aparentes. Perdeu o antes e depois? Não mais! Compare as versões do novo ministro do STF

Nova cabeleira de André Mendonça chama atenção em sabatina

Questionado se mantém o apoio a Mendonça após a declaração, Silas Câmara respondeu, por mensagem: “SEMPRE”. E acrescentou:

“Acho correto, pois o casamento civil já é um direito por lei. Um ministro terrivelmente competente é conhecedor das leis, segue a lei. Juiz não é parlamentar”.

Câmara é uma das lideranças da bancada evangélica, pilar de apoio de Bolsonaro no Congresso. No ano passado, quando presidia a bancada, propôs revezar o comando do grupo com outros dois deputados.

Assim, neste ano o presidente é Cezinha de Madureira, do Ministério Madureira da Assembleia de Deus. Em 2022, o comandante será Sóstenes Cavalcante, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, a mesma do pastor Silas Malafaia.

1/5
André Mendonça passa por sabatina na CCJ do Senado para uma vaga no STF
André Mendonça e os senadores Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP)
Fala de André Mendonça sobre casamento gay gerou cobrança em WhatsApp de parlamentares com pastores.
Na CCJ do Senado, a indicação de André Mendonça foi aprovada por 18 votos a 9
André Mendonça foi o indicado de Jair Bolsonaro para ser "terrivelmente evangélico" no tribunal

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.