Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

CPI denunciará “Capitã Cloroquina” a Tribunal Penal Internacional por crime de lesa-humanidade

Senadores avaliam que está provado que Maya Pinheiro usou a população de Manaus como cobaia para experimentos científicos com cloroquina

atualizado 08/08/2021 9:58

Mayra PinheiroLeopoldo Silva/Agência Senado

Renan Calheiros já decidiu com os demais senadores que compõem o G7, grupo de sete senadores que têm maioria na CPI da Pandemia, que a médica Mayra Pinheiro, secretária do Ministério da Saúde conhecida como “Capitã Cloroquina”, será denunciada ao Tribunal Penal Internacional de Haia por crime de lesa-humanidade.

Na avaliação dos senadores, está provado que Mayra usou a população de Manaus como como cobaia para experimentos científicos com a cloroquina, comprovadamente ineficaz contra a Covid-19.

Ao dirigir a ação do Estado para promover o uso de medicamentos prejudiciais aos manauaras, analisaram os senadores, Mayra cometeu crime contra a humanidade.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna