metropoles.com

Bolsonaro considera muito difícil não ficar inelegível: saiba seu plano B

Jair Bolsonaro vai tentar recorrer ao Supremo Tribunal Federal caso o TSE o deixe inelegível

atualizado

Compartilhar notícia

Igo Estrela/Metrópoles
Ex-presidente Jair Bolsonaro (PL-RJ)
1 de 1 Ex-presidente Jair Bolsonaro (PL-RJ) - Foto: Igo Estrela/Metrópoles

Jair Bolsonaro comentou com pessoas de seu mais íntimo círculo de relações que considera praticamente impossível que não tenha sua inelegibilidade decretada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O ex-presidente se dirá perseguido por Alexandre de Moraes caso seja de fato condenado pelo evento que fez para embaixadores com o objetivo de atacar as urnas eletrônicas e desacreditar o sistema eleitoral brasileiro.

Bolsonaro deverá evitar ataques a todo o Supremo Tribunal Federal, na esperança de ter um recurso seu acolhido lá e seus direitos políticos devolvidos. Aconselhado por advogados, o ex-mandatário trabalhará com a perspectiva de reaver esses direitos até 2026, a tempo de disputar a eleição presidencial.

Caso não consiga recuperá-los, Bolsonaro, ao menos hoje, vai trabalhar para apoiar Tarcísio de Freitas ao Palácio do Planalto. O ex-presidente acha que, caso ele esteja inelegível, seus apoiadores votarão naquele para quem ele apontar o dedo e disser ser seu sucessor.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comGuilherme Amado

Você quer ficar por dentro da coluna Guilherme Amado e receber notificações em tempo real?