Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Paulo Cappelli

Alckmin descarta ficar no PSDB mesmo se Eduardo Leite ganhar prévias

Aliados de Alckmin disseram que as prévias tucanas fizeram com que ele ganhasse tempo para analisar as propostas que tem na mesa

atualizado 01/11/2021 16:15

Geraldo AlckminFilipe Cardoso/Metrópoles

Geraldo Alckmin está disposto a sair do PSDB mesmo com uma vitória de Eduardo Leite nas prévias nacionais do partido. O ex-governador está trabalhando para conseguir votos para Leite em São Paulo, reduto de João Doria, mas objetivos pessoais devem falar mais alto.

A saída do PSDB é a única alternativa que Alckmin terá para disputar o governo de São Paulo em 2022. As prévias estaduais do partido ocorreram em setembro, mas só o vice-governador Rodrigo Garcia se inscreveu na disputa.

Aliados de Alckmin dizem que ele sairá do partido após as prévias nacionais. O ex-governador, segundo políticos próximos, está usando a eleição interna para ganhar tempo enquanto analisa as propostas de filiação que recebeu.

Alckmin não confia plenamente no projeto do PSD, de Gilberto Kassab, e sinalizou ter maior interesse em se filiar ao União Brasil, que surgirá da fusão entre o DEM e o PSL.

O ex-governador está tão empenhado em derrotar o PSDB que pediu uma reunião com Antonio Lavareda após ser informado de que o cientista político elaborou uma tese com elementos que o fazem acreditar que um candidato tucano não terá sucesso em São Paulo em 2022.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga a coluna no Twitter e no Instagram para não perder nada.

Mais lidas
Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna