Alberto Manguel e seus 35 mil livros

Novo título de autor argentino sai em julho

Após guardar cerca de 35 mil livros de sua biblioteca pessoal, Alberto Manguel escreveu sua nova obra. Encaixotando minha biblioteca é resultado da mudança de sua casa medieval, no Loire, na França, para um apartamento em Nova York.

Diferentemente de Embalando minha biblioteca, lançado em 2017, em que o autor argentino faz um obituário de seu acervo, nesta nova obra, Manguel relembra sua relação com os livros e bibliotecas que já passaram pela sua vida. O escritor destaca também a importância da literatura para uma sociedade democrática e socialmente engajada.

Vem pela Companhia das Letras e será lançado no dia 6 de julho.