Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Presidente da Associação dos Comissários da VIJ morre de Covid no DF

Augusto César de Souza Sobrinho, 53 anos, não resistiu à doença. Ele estava internado na UTI do Hospital de Base

atualizado 08/04/2021 18:49

Augusto César de Souza SobrinhoReprodução/Facebook

O presidente da Associação dos Comissários de Proteção da Infância e da Juventude do Distrito Federal (Ascop-DF), Augusto César de Souza Sobrinho, 53 anos, morreu em decorrência da Covid-19, nesta quinta-feira (8/4). Ele estava internado no Hospital de Base.

A informação foi confirmada pela entidade à coluna Grande Angular. “Vai com Deus, nosso presidente. Sentiremos muita saudades”, publicou a associação, no Facebook.

No último sábado (3/4), o Metrópoles noticiou a reivindicação dos servidores da proteção à criança e ao adolescente para a vacinação contra o novo coronavírus. Naquele dia, o presidente da Ascop estava em estado grave e foi encaminhado para uma unidade de terapia intensiva (UTI).

No Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), a Vara da Infância e da Juventude tem, aproximadamente, 300 agentes.

0

Os servidores são responsáveis, por exemplo, por fiscalizar estádios, bares, boates, cinemas, teatros e demais estabelecimentos em que houver permanência de crianças e adolescentes. São eles, também, que fazem o encaminhamento de crianças e adolescentes em situação de risco às unidades de atendimento ou proteção.

Vacina

A associação pediu ao deputado distrital Robério Negreiros (PSD) apoio para conseguir acesso à vacina. O parlamentar encaminhou ofício para a Secretaria de Saúde e a Casa Civil solicitando imunização dos agentes.

“Eu fui agente de proteção da Vara da Infância durante oito anos. Quando uma mãe tem um filho em um hospital e o abandona, só quem pode recolher essa criança é um agente de proteção. É um trabalho de campo”, afirmou.

Condolências

Após a publicação da reportagem, o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) enviou uma nota de condolências pela morte precoce de Augusto César, servidor nomeado no gabinete do parlamentar.

“O professor Cesar era para todos nós um exemplo de retidão, trabalho, dedicação e afeto. Além de formar inúmeros vigilantes por todo o DF, o professor Cesar também fazia um belíssimo trabalho voluntário como Comissário de Proteção da Infância e da Juventude. À Cristiane, sua esposa, seus filhos, Augusto e Luiza nossa solidariedade e que Deus os conforte nesse momento de dor e sofrimento”, escreveu.

Últimas notícias