Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

MPT instaura inquérito para investigar surto de Covid no Hospital de Apoio

O procurador do Trabalho Carlos Eduardo Carvalho Brisolla deu cinco dias para a Secretaria de Saúde apresentar esclarecimentos sobre o caso

atualizado 29/07/2021 20:32

Hospital de Apoio de BrasíliaDaniel Ferreira/Metrópoles

O Ministério Público do Trabalho (MPT) instaurou um inquérito civil para apurar o surto de contaminação de Covid-19 ocorrido no Hospital de Apoio de Brasília, nessa quarta-feira (28/7).

A Procuradoria Regional do Trabalho da 10ª Região deu prazo de cinco dias para a Secretaria de Saúde informar as medidas adotadas no ambiente de trabalho da unidade hospitalar para sanear a situação.

O órgão quer ter acesso aos esclarecimentos da pasta e a documentos cabíveis relacionados ao tema investigado. Responsável pela instauração do inquérito, o procurador do Trabalho Carlos Eduardo Carvalho Brisolla também requisitou informações sobre a testagem e o afastamento de servidores e trabalhadores terceirizados.

Nesta semana, a Secretaria de Saúde confirmou que o Hospital de Apoio de Brasília passa por um surto do vírus Sars-CoV-2, causador da Covid-19. Segundo a pasta, pelo menos 51 pessoas, entre funcionários e pacientes, foram diagnosticados com a doença. Desses os casos, 26 estão infectados com a variante Delta do novo coronavírus.

Na terça-feira (27/8), uma copeira que trabalhava no HAB morreu em decorrência da Covid-19. A pasta informou que a mulher tinha sido imunizada com as duas doses da vacina Coronavac, em janeiro e fevereiro. Ela era do grupo de risco por ser obesa e diabética.

O outro lado

Em nota, a Secretaria de Saúde disse que vai responder ao órgão requerente dentro do prazo estabelecido.

Últimas notícias