Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Horário permitido para venda de bebidas alcoólicas no DF é estendido

O governador Ibaneis alterou algumas restrições vigentes na capital federal, incluindo toque de recolher e comercialização de bebidas

atualizado 03/05/2021 15:53

CervejaFelipe Menezes/Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) estendeu o horário permitido para venda de bebidas alcoólicas, que poderão ser comercializadas até as 23h. A mudança consta em um novo decreto, assinado por Ibaneis nesta segunda-feira (3/5).

Em 26 de fevereiro deste ano, Ibaneis proibiu que os estabelecimentos do DF vendessem bebidas alcoólicas após as 20h. Pouco mais de um mês depois, no dia 12 de abril, o horário foi ampliado para as 21h.

O decreto assinado nesta segunda-feira promove outras mudanças nas restrições impostas diante da pandemia de Covid-19. O governado reduziu o horário do toque de recolher: a restrição de circulação na capital do país passará a ser da 0h às 5h. O recolhimento noturno estava vigente das 22h às 5h.

Os bares e restaurantes poderão funcionar das 11h às 23h. E os shoppings e centros comerciais têm permissão para abrir as portas das 10h às 22h. Conforme o novo decreto, as entregas realizadas por meio de delivery estão liberadas até a 0h. Os pedidos devem ser feitos até as 23h.

À coluna Grande Angular, Ibaneis disse que os números da pandemia de Covid-19 verificados nos últimos dias permitem a ampliação dos horários. “Esta semana já devemos ter em funcionamento o Hospital de Campanha do Gama, e os outros na semana que vem”, afirmou.

O novo decreto também libera as atividades dos circos no DF. Assim como ocorre nos cinemas e teatros, os circos podem funcionar com até 50% da capacidade de público e devem seguir os protocolos sanitários.

Últimas notícias