Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Eduardo Bolsonaro aluga Corolla e Fusion blindados com cota parlamentar

Notas fiscais apresentadas à Câmara por Eduardo Bolsonaro mostram gasto de R$ 72,1 mil com aluguel de veículos, entre janeiro e setembro

atualizado 07/10/2021 19:06

7 de setembro protesto brasil brasilia bolsonaro stf helicoptero esplanada DF 6Igo Estrela/Metrópoles

O deputado federal mais votado do país e filho 02 do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), alugou quatro modelos de carro, entre janeiro e setembro de 2021. Os veículos foram pagos com dinheiro público, por meio da cota para exercício da atividade parlamentar, o que é comum na Câmara dos Deputados.

No período, o parlamentar alugou um Ford Fusion e um Toyota Corolla blindados com empresas de São Paulo. No Distrito Federal, Eduardo Bolsonaro escolheu um Jeep Compass e um Nissan Sentra.

No total, os alugueis dos automóveis custaram R$ 72,1 mil. O parlamentar apresentou as notas fiscais à Câmara dos Deputados para reembolso.

Confira notas fiscais:

0

Todos os deputados federais têm direito a um valor mensal para gastos relacionados ao trabalho, o que é chamado de cota para o exercício da atividade parlamentar.

Os deputados de SP, como Eduardo Bolsonaro, têm R$ 37 mil disponíveis por mês para gastar com aluguel de carros, telefonia, compra de passagens aéreas, entre outros serviços.

Segundo o portal da Câmara dos Deputados, entre janeiro e setembro de 2021, Eduardo Bolsonaro fez uso de um total de R$ 248,4 mil disponíveis para o exercício parlamentar. Esse valor é maior do que o utilizado pelo deputado no mesmo período de 2020, quando ele gastou R$ 231,3 mil.

A coluna tentou contato com a assessoria do deputado, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria. O espaço permanece aberto para eventuais manifestações.

Últimas notícias