No futebol, nem sempre a matemática é uma ciência exata

Os números mostram o Atlético praticamente com a taça na mão, mas #SQN

atualizado 01/10/2021 20:55

Jogadores Atlético-MGAtlético-MG/Flickr

Os números do Infobola apontam que o Atlético-MG tem 82% de chances de conquistar o título do Brasileirão. O Flamengo aparece bem distante em segundo lugar, com apenas 9%. Mas a matemática e o futebol invariavelmente vivem às turras.

Basta dar uma olhada no Brasileirão 2020 que teve – mais ou menos a essa altura da competição – o São Paulo bem cotado para levantar o caneco. O que vimos foi o derretimento do time dirigido por Fernando Diniz e o Flamengo ganhar o título na última rodada, beneficiado por tropeços do Internacional.

Na era dos pontos corridos, nem sempre os times que ganharam o 1º turno terminaram a temporada na frente. Foram 13 títulos em 18 anos. As exceções foram em 2008 (Grêmio pelo São Paulo), 2009 (Inter pelo Flamengo), 2012 (Galo pelo Fluminense) e 2018 (São Paulo pelo Palmeiras). E em 2020 (São Paulo pelo Flamengo).

Então, é melhor esperar um pouco pra ver como as coisas vão se acomodar. O Atlético, após a eliminação na Libertadores, corre o risco de entrar em depressão. E ainda teve esse escândalo envolvendo Diego Costa, investigado em Sergipe por suspeita de envolvimento com casas de apostas.

Na outra ponta da tabela, no chamado Z-4, acho que não existe escapatória para Chapecoense e Sport. Esses dois vão cair. As outras duas vagas ainda estão bem indefinidas.

Série B

Para aqueles que estão brigando para voltar à elite, os números sinalizam uma situação aparentemente tranquila para Coritiba e Botafogo. A menos que aconteça algum desastre, esses dois estão muito “bem na foto”.

Mas não custa lembrar o que aconteceu com o Náutico no começo da temporada. O time pernambucano ganhou os 6 primeiros jogos e depois começou a perder fôlego. Hoje está fora do páreo e deve contentar-se apenas em permanecer na Série B.

Últimas notícias