Modric x Rodrygo, o duelo entre “pai” e “filho” na Copa do Catar

No vestiário do Real Madrid, o jovem atacante brasileiro é tratado como filho pelo experiente meia croata

Rodrygo certamente ficará no banco de reservas da Seleção Brasileira no jogo desta sexta-feira (9/12), contra a Croácia, mas, se entrar, vai se deparar com “seu pai”, o croata Luka Modric, que o trata como “um filho” no vestiário do Real Madrid.

“Um dia, conversando com ele sobre meu pai, ele descobriu que meu pai é apenas um ano mais velho que ele. Ele ficou muito surpreso e me disse ‘Só um ano? Então você tem que me respeitar porque eu poderia ser seu pai. ‘ Desde então, ele passou a me chamar de filho e eu de pai”, explicou Rodrygo, em entrevista à agência EFE.

Para o brasileiro revelado pelo Santos, Modric é o melhor jogador com quem ele já jogou:

“É um prazer poder chamá-lo de papai e ter um relacionamento tão bom. Ele me ajuda muito, sempre que preciso de alguma coisa ele está lá para ajude-me”, destacou.

Nas três temporadas no Real Madrid, Rodrygo marcou 25 gols, embora apenas dois tenham saído da assistência de Modric. Uma ligação que teve o seu auge nas oitavas-de-final da última Champions League, na vitória sobre o Chelsea.

Para acompanhar as atualizações da coluna, siga o “Futebol Etc” no Twitter; e também no Instagram.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu celular? Entre no canal do Metrópoles no Telegram e não deixe de nos seguir também no Instagram!