E se a Seleção fosse representada pelo Mengão? Pelo menos no “Ibope”, ganharia fácil

O Brasil joga quinta-feira (7/10) pelas Eliminatórias e boa parte da torcida costuma desdenhar desses eventos

atualizado 05/10/2021 20:56

Quinta-feira (7/10) tem jogo da Seleção Brasileira contra a Venezuela, às 20h30 (horário de Brasília), no estádio Olímpico de la Universidad Central de Caracas, pela 11ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo. A partida terá transmissão da Rede Globo e do SporTV.

Com oito vitórias e 100% de aproveitamento, a equipe busca o resultado para se manter como líder isolado da tabela de classificação.

Se você fizer uma enquete nas redes sociais, muita gente vai dizer que não tem mais interesse nos jogos do Brasil. Isso não bate com os números de audiência que a TV Globo tem alcançado nas últimas transmissões. No dia 2 de setembro, só para citar um exemplo, Chile x Brasil explodiu a audiência global, com números superiores aos das três novelas da casa. Marcou 23,8 pontos de média na Grande São Paulo.

É aqui que cabe uma pergunta ainda mais provocativa para os torcedores do “País do futebol”: e se, no mesmo horário de Venezuela x Brasil, uma emissora concorrente transmitisse um jogo do Flamengo contra um qualquer adversário?

A imensa torcida do Flamengo, com certeza, preferiria ver o seu time, não tenham dúvidas.

Agora, você quer ver mesmo uma audiência bombada numa transmissão da Seleção, basta imaginar a hipótese de o Brasil ser representado pelo time do Flamengo. E olha que não estou falando nenhum absurdo. É preciso lembrar que a Seleção Brasileira entra em campo com jogadores de uma única equipe nem é uma coisa inusitada. Já aconteceu em quatro oportunidades:

Em 1965, representado pelo Palmeiras, o Brasil venceu o Uruguai por 3 x 0. Também em 1965, foi a vez do Corinthians, que, vestindo a amarelinha, perdeu de 2×0 do Arsenal-ING. Em 1968, no Mineirão, o Atlético bateu a Iugoslávia por 3 x 2. Por fim, nos Jogos Olímpicos de 1984, em Los Angeles, a base do time de futebol do Brasil era o Inter. Ganhamos a medalha de prata.

Eu quero crer que esse Flamengo de Renato Gaúcho, num confronto direto com a Seleção de Tite, nem dá pra dizer quem seria o favorito.

Então, só para atiçar os ânimos dos rubros negros, imagine a Seleção Brasileira, depois de amanhã, na Venezuela, com a seguinte escalação: Diego Alves,  ???, David Luiz, Rodrigo Caio e Felipe Luiz; William Arão, Diego Ribas e Everton Robeiro; Bruno Henrique, ??? e Gabigol.

Preencha você as duas posições que estão com interrogações, porque, no Flamengo, elas são ocupadas pelo chileno Isla e o uruguaio Arrascaeta.

Que tal Danilo e Neymar?

Últimas notícias