Acidente no “Ninho” é uma pedra no caminho da reeleição de Landim

Vídeo - Eleição será dia 4 de dezembro, e o ex-presidente Bandeira de Melo foi alijado da disputa por ter falado em público sobre o incêndio

atualizado 10/11/2021 12:53

O atual presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, tentará a reeleição no Flamengo, num pleito marcado para a primeira semana de dezembro. Ele é da  chamada “Chapa Roxa”, e  concorrerá contra Marco Aurélio Asseff (Chapa Azul), Ricardo Jorge de Goes Hinrichsen (Chapa Branca) e Walter de Oliveira Monteiro (Chapa Ouro).

Neste vídeo aqui embaixo, nós analisamos o discurso de campanha de Rodolfo Landim e a importância que o acidente do “Ninho do Urubu” terá nesta disputa pelo comando do Flamengo. A tragédia, que provocou a morte de dez jogadores das divisões de base, ocorreu nas primeiras horas do dia 8 de fevereiro de 2019, no Centro de Treinamento George Helal, também conhecido como “Ninho do Urubu”, no bairro carioca de Vargem Grande, na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro.

Sem entrar no mérito da questão – até porque, aqui não  temos a pretensão de descobrir culpados ou inocentes – o fato é que esse assunto incomoda a atual diretoria. Tanto isso é verdade que o ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello recebeu uma suspensão de 90 dias, pelo simples fato de ter dado declarações públicas sobre o incidente.

 

Mais lidas
Últimas notícias