Carros em uma velocidade e precisão que você ainda não viu.

Volvo XC40 elétrico: o ‘esportivo’ SUV de 408cv sem botão de partida

Modelo tem tecnologia de sobra e é integrado ao Android e ao inédito sistema operacional Google Automotive Services. Preço: R$ 390 mil

atualizado 18/09/2021 18:48

Fábio Aro/Volvo Cars/Divulgação

Por Walberto Maciel , especial para o Entre-eixos*

Osório (RS) – A montadora de origem sueca apresentou esta semana em evento no Rio Grande do Sul o seu primeiro carro totalmente elétrico: o XC40 Recharge Pure Electric. Ele não tem botão de partida nem freio de estacionamento: engatando o D, o carro liga e fica pronto para sair e rodar, suavemente ou não, mas silenciosamente, como todo elétrico. Quando o motorista parar e puser o carro no P, o freio de estacionamento é acionado elétrica e automaticamente. São apenas detalhes curiosos, é certo: porém o que chama a atenção no modelo è a força ofertada pelos dois motores elétricos, um em cada eixo, que geram 408cv de potência. 

Esse é o modelo da Volvo mais rápido da atualidade: pesa simplesmente mais de 2 toneladas, mas vai de 0 a 100 km/h em 4,9 segundos. Muitos esportivos por aí não têm tanto torque: são impressionantes 67,3 kgfm. A autonomia, dependendo do condutor, pode superar os 400km e 80% da bateria pode ser recarregada em apenas 40 minutos. 

O pacote de segurança é caprichado e sobra luxo e sofisticação. Claro: custa R$ 389.950, preço de pré-venda que será mantido até fevereiro de 2021, mas vai agradar. Aliás, quem adquirir o carro nesse período ainda ganha o Volvo Wallbox – e com a instalação inclusa. A Volvo já vendeu 300 unidades em duas semanas e mais 150 foram faturadas na segunda leva de importação.

 

0

A segurança, como ocorre em todo produto Volvo, é o forte. Está nos mínimos detalhes: os pneus traseiros, por exemplo, são mais largos do que os dianteiros. Os sistemas de condução semi-autônoma, claro, estão lá: alerta de colisão frontal e frenagem autônoma de emergência, que reconhecem pedestres, ciclistas e animais de grande porte e podem frear e até esterçar o volante para evitar ou minimizar uma colisão. Tem também assistente de permanência em faixa, câmera com visão em 360 graus, piloto automático adaptativo que acelera, freia e faz curvas leves se o motorista der uma cochiladinha, por exemplo.

Do ponto de vista do design, quase nenhuma mudança em relação à versão híbrida (como não necessidade de ventilação, a grade frontal é fechada). As rodas têm um desenho exclusivo e há mais uma oferta de cor. 

Informações e entretenimento 

O SUV faz história ao inaugurar o novo sistema de infoentretenimento com o inédito sistema operacional Google Automotive Services, que integra o carro aos mais avançados recursos da gigante da tecnologia. “É a integração de um sistema alimentado pelo Android com aplicativos e serviços do Google incorporados”, destaca André Bassetto, diretor de produto e pós-vendas da Volvo Car Brasil.

Esse sistema tem interface fácil de usar com uma conectividade incomparável, que dá aos clientes a mesma experiência que eles têm com seus smartphones – mas adaptados para interação mãos livres e reconhecimento de voz . “Além disso, os clientes têm acesso a um amplo ecossistema de aplicativos nativos no carro via Google Play”, destaca Bassetto.

Com o Google Assistente, os motoristas podem usar a voz para fazer as coisas, mantendo o foco na estrada. O assistente pode controlar a temperatura, definir um destino, tocar música e podcasts, e enviar mensagens, tudo isso apenas por comando de voz, sem tirar as mãos no volante.


E mais

One Pedal Drive – Esse recurso que pode ser acionado dentro do veículo torna a aceleração e frenagem muito mais práticas através de um único pedal. Obviamente, para acelerar, basta pressionar o pedal; para frear, é só ir aliviando o pé que o carro vai parando de acordo com a força que é exercida. Usando-se essa funcionalidade, a regeneração de energia se torna ainda mais eficiente, e ainda amplia a autonomia.

Plástico reciclável – Por dentro, a Volvo manteve o layout limpo, com revestimento dos bancos em microtech e revestimento de chão fabricado integralmente com plástico reciclável.

Tipo Fusca – A retirada do motor garantiu mais espaço com o porta-malas frontal (lembrou do Fusca?). O traseiro, de 413 litros, tem abertura e fechamento elétrico com a função hands-free.

Velocidade controlada – O Care Key é outro sistema interessante: ele permite a regulagem do limite de velocidade por uma uma programação com a chave principal e a Care Key. Assim, ao usá-la no carro, a máxima velocidade estabelecida fica demarcada e o veículo opera conforme programado (bom para evitar ousadia de filhos, digamos assim).

Sistema GAS – É um serviço de segurança, proteção e conveniência que oferece assistência 24h, auxílio de emergência. Permite ao condutor, por meio de seu aplicativo no smartphone, verificar o nível da bateria, trancar e abrir as portas, climatizar a cabine à distância, dar partida remota e enviar destinos para o sistema de navegação…


O jornalista Walberto Maciel viajou a convite da Volvo Cars do Brasil

Últimas notícias