Carros em uma velocidade e precisão que você ainda não viu.

Venda de carros usados no DF cresce 70,7% em 2021

Lojas negociaram 37,9 mil unidades a mais do que no mesmo período do ano passado. Goiás, com 31,2%, teve o pior desempenho do Centro-Oeste

atualizado 09/06/2021 13:25

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os revendedores de seminovos e usados do Distrito Federal – de todas as marcas, idades e  categorias (comerciais leves, motos, caminhões e ônibus, por exemplo) – negociaram 91,5 mil unidades de janeiro a maio, contra as 53,6 comercializados no mesmo período do ano passado. 

Esse desempenho é quase o dobro do registrado no Centro-Oeste, que foi de 37,8%. Mato Grosso do Sul teve elevação de 31,2%. Mato Grosso, de 37,3%. Goiás ficou abaixo, com 31,2%.

O maior crescimento nas vendas do Distrito Federal foi na faixa etária de 13 anos ou mais de uso – que os comerciantes chamam de ‘velhinhos’, com 108% acima do mesmo período do ano passado. Os chamados ‘seminovos’, com até três anos de uso, ficaram um pouco abaixo, mas com elevação expressiva de 55,9% (18,6 mil este ano contra 11,9 mil no ano passado). 


Modelos mais vendidos 

Autos seminovos e usados


O segmento também registrou bons números no Brasil, segundo dados da Fenauto, entidade que representa o setor de lojistas multimarcas de veículos. As vendas, em comparação com abril deste ano, tiveram um resultado de 18,5%, registrando a venda de 1.325.336 unidades, contra 1.118.285. 

Levando-se em conta o mesmo mês de 2020, o resultado também ficou positivo em 198,1%. No acumulado do ano houve uma evolução positiva de 59,2%.

Para o presidente da Fenauto, Ilídio dos Santos, a situação deve continuar nas próximas semanas, caso não aconteça nenhum retrocesso em função do agravamento da pandemia. 

Últimas notícias