Carros em uma velocidade e precisão que você ainda não viu.

Honda HR-V 2023: visual renovado e, enfim, preocupação com a segurança

SUV pequeno tem, desde a versão de entrada, frenagem de emergência automática e assistente de permanência em faixa. Preço: até R$ 184,5 mil

atualizado 12/08/2022 13:41

A marca japonesa Honda acaba de apresentar o SUV HR-V, visualmente reestilizado e com um interior bem renovado. O preço das versões começa em R$ 142, mil e vai R$ 184,5 mil – o que reflete bem o mercado brasileiro. O que surpreende positivamente é que o pequeno SUV, que começa a redimir a Honda, traz desde a versão de entrada (Ex Sensing) um bom pacote de segurança. 

Sensing, por sinal, é o nome do conjunto de apoio à condução segura que, felizmente, vem se popularizando no Brasil e que a Honda foi uma das últimas montadoras de prestígio a trazê-lo. Ele inclui traz piloto automático adaptativo, frenagem de emergência automática e assistente de permanência em faixa – e até farol alto automático. 

Se a intenção é marcar o feito (inclusão no modelo mais barato), a Honda conseguiu: o sistema se baseia em imagens captadas por uma câmera de longo alcance e de visão grande angular (100º) e de um microprocessador de imagem de alta capacidade.


Confira um a um

Controle de cruzeiro adaptativo 

Auxilia o motorista a manter uma distância segura em relação ao veículo detectado à sua frente. Ele conta com um outra sistema que permite a manutenção da distância do veículo à frente mesmo em baixas velocidades

Sistema de frenagem para mitigação de colisão

Aciona o freio ao detectar uma possível colisão frontal, com o objetivo de mitigar acidentes. Ele é capaz de detectar e identificar pedestres e veículos que estejam no mesmo sentido ou no sentido oposto. Bicicletas e motocicletas também podem ser detectadas pela câmera;

Sistema de assistência de permanência em faixa
Detecta as faixas de rodagem e ajusta a direção com o objetivo de auxiliar o motorista a manter o veículo centralizado nas linhas de marcação;

Sistema para mitigação de evasão de pista
Detecta a saída da pista e ajusta a direção com o objetivo de evitar acidentes;

Ajuste automático de farol
Comutação noturna automática dos fachos baixo e alto dos faróis de acordo com a situação

E mais: todas as versões do HR-V possuem outros equipamentos e dispositivos importantes. Como os seis airbags (frontais, laterais e do tipo cortina), assistente de estabilidade e tração, assistente para redução de ponto cego por câmera no espelho retrovisor do lado do passageiro e assistente de partida em rampa. 

O modelo também tem sistema de acionamento de luzes de emergência em frenagens severas, sistema Isofix (fixação de assentos infantis), alerta de baixa pressão dos pneus, câmera de ré multivisão e sensores de estacionamento.

O controle de descidas em rampas atua em superfícies de baixa aderência e mantém automaticamente a velocidade, permitindo ao motorista se concentrar exclusivamente no controle da direção, sendo desnecessário atuar nos pedais de freio ou acelerador. Funciona entre 3 e 20 km/h e também é item de série em todas as versões.


Versões e preços 

EX Honda Sensing – R$ 142,5 mil 

EXL Honda Sensing – R$ 150 mil 

Advance – R$ 176,8 mil 

Touring – R$ 184,5 mil


Renegade – Dos concorrentes, de preço e porte, pois perde em vendas, o mais próximo é o Jeep Renegade – que abandonou o diesel e encheu as versões de itens de série de segurança. Por exemplo: a mais básica tem 6 airbags, freio de estacionamento eletrônico, câmera de ré e frenagem autônoma de emergência. assistente de permanência em faixa, detector de fadiga e reconhecimento de placas (mas esqueceu o piloto automático adaptativo). 


O HR-V tem quatro versões e duas motorizações. As EX e EXL Sensing vêm com o 1.5 flex aspirado; as Advance e Touring trazem o inédito 1.5 DI VTEC turbo flex. O câmbio, para ambas, é o CVT, ajustado para atender às demandas dos novos motores.

O aspirado tem potência de 126cv, com etanol ou gasolina, e torque de 15,8kgfm. O consumo na cidade é de 8,8/12,7 km/l (etanol/gasolina) e, na estrada, de 9,8/13,9 km/l. O oferece 177cavalos, tanto com etanol como gasolina, torque máximo de 24,5kgfm. Pelos registros do Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), tem consumo na cidade de 7,9/11,3 km/l (etanol/gasolina) e, na estrada, de 8,8/12,6 km/l.

Mais lidas
Últimas notícias