Carros em uma velocidade e precisão que você ainda não viu.

Cronos, Strada, Renegade, HB20S e Duster 2023: preços e novidades

Montadoras aumentam itens de série e dão tapa no visual de vários modelos, que começam a chegar às lojas. Confira o que mudou em cada um

atualizado 19/08/2022 11:20

Algumas montadoras exageram um tanto quanto ao ano de fabricação e modelo na hora de renovar seus produtos. Há carros ano 2023 que foram lançados em janeiro de 2022, mudando-se pequenos detalhes ou versões. Esse fenômeno provoca distorções na hora da revenda e faz a festa dos revendedores – especialmente os metidos a espertinhos. Como diz o jornalista e engenheiro Boris Feldman, é o carro de duas cabeças: na hora da venda, para o lojista, vale o ano/modelo; quando ele vai comprar do cliente, o mais ‘importante’ é ano/fabricação. Conheça o que surge agora em julho e agosto – prazo temporal razoável, por sinal, para algumas marcas apresentarem novidades, principalmente nos segmentos mais ‘populares’, digamos assim. A Stellantis, dona da Fiat, Jeep, Citroën, Peugeot e Ram, é a que mais se mexe. 

O sedã Fiat Cronos, por exemplo, ganhou algumas modificações interessantes. Principalmente pelo fato de o segmento de sedãs ter perdido espaço para o dos SUVs. Os engenheiros da Fiat garantem, e a busca por esse ‘título’ é relevante, que ele passa a ser o sedã automático mais econômico do Brasil em uso urbano – seja com o motor 1.0 aspirado, seja como o 1.3 aliado ao CVT. Ele também ganha retoques no design externo e interno. 

O Cronos é o sedã mais vendido da América do Sul, com 220 mil unidades (graças também aos argentinos, que o tornaram o líder geral por lá). Desses, 110 mil foram no Brasil. 

Na linha 2023,  passa a ter cinco opções para os clientes de todos os perfis: Cronos 1.0, Cronos Drive 1.0, Cronos Drive 1.3, Cronos Drive 1.3 Automático e Cronos Precision 1.3 Automático.

A nova combinação é o câmbio automático tipo CVT com sete velocidades com o 1.3 Firefly de até 107cv de potência. Na questão visual, mudanças na grade frontal, com frisos horizontais mais modernos e novas opções de rodas e calotas para todas as versões. 

A 1.0 MT traz de série direção elétrica, indicação individual do pneu com baixa pressão e ajuste de altura do banco do motorista. Preço sugerido: R$ 74.790. A Drive 1.0 MT custa R$ 78.490; a Drive 1.3 MT, R$ 84.490; a Drive 1.3 AT, com o novo câmbio CVT, controle de estabilidade, controle de tração, piloto automático, Hill Holder e modo Sport, tem preço R$ 88.790; a Precision 1.3 AT, topo de gama, R$ 93.490.


Renegade começa em R$ 128.971 

A Jeep acaba de apresentar os novos preços da linha 2023 do Renegade. Ele não tem mudanças de visual nem de motorização. No entanto, ganha uma alteração importante para a saúde: um novo filtro de ar para a cabine do veículo que, segundo os engenheiros da Jeep, se diferencia por ser o primeiro com classificação N95+bio. 

Lembra da máscara de proteção contra a Covid-19? Pois o filtro é parecido, capaz de eliminar até 83% das impurezas do ar. Ele possui três camadas e bioproteção, que auxiliam no combate à proliferação de bactérias e fungos. 

Ah, os preços: são quatro versões, com o motor T270 de até 185 cv. A Sport 4×2 flex custa R$ 128.971; a Longitude 4X2, R$ 144.435; a série S 4X4,R$ 167.768; a S com teto solar, R$ 176.012; a Trailhawk, R$ 167.771.


Mais itens na Strada 

A picape compacta da Fiat, campeã de vendas no país, ganhou ar-condicionado digital automático, mas só nas versões topo-de-linha Ranch e Volcano e uma nova cor (cinza). A Volcano equipada com câmbio manual ganha carregador de celular por indução. Os preços começam em R$ 95.290 (Endurance, manual) e vão até R$ 126 mil (a Ranch, automática).


Duster manual por R$ 109.390 

A Renault, por sua vez, lançou uma versão (a Intense) do Duster com motor 1.6 flex e caixa manual de cinco marchas. E ela tem até um bom pacote de equipamentos: controle de cruzeiro e limitador de velocidade, sensor de obstáculos traseiro e câmera de ré, rodas de liga leve de 16’’ e multimídia de 8 polegadas com espelhamento sem fio com Android Auto e Apple Carplay e por aí vai. O motor gera até 120cv de potência e 16,2 mkgf de torque.


Novo Hyundai HB20S 

A versão sedã do renovado Hyundai HB já está em pré-venda, com preços que variam de R$ 86 mil (a Comfort manual 1.0 aspirado) até R$ 121 mil (Platinum Plus 1.0 turbo automático). 

De diferença em relação ao hatch? A inédita abertura automática da tampa do porta-malas, novas lanternas de ponta a ponta e refletor central e a opção de interior cinza. No geral, são cinco versões. 

De segurança, bom pacote: seis airbags, ajuda de condução semi autônoma e controles eletrônicos de estabilidade e de tração. Vale lembrar: segurança ‘custa caro’ e só é disponível na versão topo de linha. Ele vem com frenagem automática de emergência com reconhecimento de pedestres e ciclistas, assistente de manutenção de faixa, alerta de ponto cego nos retrovisores externos e farol alto automático.


 

Mais lidas
Últimas notícias