Vídeo: Dicas de masturbação feminina para enlouquecer a parceira

Para o bem de todos e de todas, convidamos os terapeutas tântricos Daricha e Gurutama, que ministram workshops de massagem para casais, para ensinar alguns segredinhos valiosos

Dispa-se de pudores e de vergonhas, fique à vontade e pode entrar. A casa é sua. Nesse novo espaço, vamos falar de sexo sem amarras. Aqui, pouca vergonha não é algo ruim, é pré-requisito para não se censurar e conhecer várias formas de sentir prazer. Sabe aquela conversa de bar, que só rola com umas cervejinhas na cabeça? No “Pouca Vergonha” o papo dispensa o lubrificante social. É claro: tudo com muito bom gosto, sexy sem ser vulgar.

O que a gente quer é atiçar a sua criatividade, colaborar com a sua saúde sexual e dar aquele up na rotina. Porque entre adultos, entre quatro paredes e, é claro, com consentimento, vale tudo. Pode perguntar? Deve. E sugerir matéria? Demais. Pode dançar homem com homem e mulher com mulher? Mas é claro. No “Pouca Vergonha” só não é permitido se podar. Estamos em um território livre.

Para estrear em grande estilo, vamos falar sobre um tema frequente nas rodinhas de conversas entre amigas: homens e mulheres que não sabem onde fica o clitóris — e quando descobrem não sabem o que fazer com ele. O problema é cabeludo. Você sai com o gato (ou gata), está na maior expectativa, mas, na hora H, os dedos dele(a) parecem uma furadeira.

O lindo (ou a linda) acha que pode brincar de DJ com a sua vagina. Em pouco tempo, você já decorou a cor do teto ou pior: até finge que gostou e faz a educada, só para terminar logo. Não, não vamos nos contentar com um orgasmo fake!

Para o bem de todos e de todas, convidamos os terapeutas tântricos Daricha e Gurutama, que ministram workshops de massagem para casais, no Atman Consciência &Tantra, para ensinar alguns segredinhos que vão levar as mulheres à loucura. Depois conta para a gente se gostou ;).

 

Veja o passo a passo da massagem

1/7
Para começar, você pode fazer uma leve pressão com a palma da mão em forma de concha, por cima de toda a vagina. Óleo vegetal ajuda no toque.
Explore bem toda a vagina, não só o clitóris, mas vale a pena dar uma atenção especial a ele!
Pinçá-lo de leve, com o polegar e o indicador, fazendo movimentos para baixo e para cima dá uma sensação interessante
Posicionar o polegar em cima do clítoris (sem apertar com força, viu?) pode dar prazer, com o movimento certo
Na hora de introduzir o dedo na vagina, não vá com sede ao pote. Devagar, com uma curvatura que encontre o Ponto G, fica mais interessante
O protótipo de vagina é o que Daricha e Gurutama usam nos cursos de massagem tântrica para demonstrar algumas técnicas
Gurutama e Daricha, que promovem workshops de tantra. "90% da minha clientela vem de indicações. Esse não pode ser um serviço que você acha nos classificados"