*
 
 

Uma autora muçulmana tem causado furor no Oriente Médio por ter lançado o primeiro manual de sexo “halal” (termo que se refere às regras islâmicas) para mulheres. Nascida nos EUA, ela adotou o pseudônimo Umm Muladhat.

O livro ganhou o título “The Muslimah Sex Manual: A Halal Guide to Mind Blowing Sex” (Manual do sexo muçulmano: um surpreendente guia halal para sexo”) e foi lançado na primeira quinzena de julho de 2017.

A ideia de escrever o texto ousado veio de uma conversa com uma amiga recém-casada. “Dois anos atrás, eu cumprimentava uma jovem muçulmana pelo noivado e ela estava muito animada com o casamento. Meses depois, eu podia ver que algo estava errado com ela. Ela timidamente admitiu a verdade: a vida sexual era horrível. Ela não sabia como sentir prazer. Dividi com ela as coisas que aprendi em anos de um casamento sexualmente muito feliz”, relata a escritora.

Tempos depois, em um reencontro, a tal amiga estava feliz e satisfeita. A jovem então perguntou por que a amiga não escrevia um livro. “Mulheres muçulmanas são atiradas no casamento e ninguém fala sobre sexo com elas”, afirma a autora, que escreveu tudo que sabia sobre sexo em um documento de Word. O texto tornou-se muito popular entre recém-casadas da região, que compartilharam o aprendizado.

Entre os capítulos: “Como ser um louco na cama” e “Fantasias sexuais BDSM”. “No Islã, há ênfase em desfrutar de relações físicas no contexto do casamento, não apenas para a procriação. É direito da esposa que seu marido a satisfaça sexualmente”, afirmou Umm Muladhat.

A escritora recebeu muitas críticas pela publicação, afinal mulheres não são encorajadas a falar abertamente sobre sexo e prazer dentro do islamismo. “Também recebi muitos emails de mulheres, inclusive as que usam hijab [véu)], e de homens muçulmanos me agradecendo pelo livro. Alguns líderes religiosos até me disseram que vão distribuir cópias”, comemora Muladhat.

O Metrópoles também já fez o guia sobre como fazer o sexo oral perfeito na sua parceira:



 


sexo