Maria Rita raspa os cabelos: “Quero ver que homem agora vai me suportar”

Aos 43 anos, ela revela que tomou a decisão porque queria ver os fios virgens novamente

atualizado 16/10/2020 9:39

Felipe Souto Maior / AgNews

Maria Rita surgiu com os cabelos raspados na web. As imagens do novo estilo da cantora foram divulgadas com exclusividade pela Vogue Brasil nessa quinta-feira (15/10).

A artista garante que está celebrando a nova fase e se diz mais confiante do que nunca. “Quero ver que homem agora vai me suportar. Já não era aquela Mariazinha, fofinha, queridinha logo ali. Agora de cabelo curto o cara tem que ser muito forte pra segurar essa onda”, dispara.

Aos 43 anos, ela revela que tomou a decisão porque queria ver os fios virgens novamente. Desde o álbum Samba Meu, em 2007, talvez um pouco antes, eu vinha colorindo o cabelo. Em 2012 tive a gravidez da Alice que além de mudar a textura do meu cabelo, também me fez perder fios. Aí depois deixei o cabelo crescer, depois cortei o cabelo e fiz franja, passei produto, pintei de preto, enfim. Eu já vinha falando disso, de como fazer para ver o meu cabelo virgem, comecei a usar produtos veganos, aí meu cabelo reagiu diferente, ficou um pouco mais armado, faltava só a questão da cor. Aí pensei: tô fazendo nada, fui lá e raspei (risos)!”, conta na entrevista.

0

Ela ainda conta que já se acostumou com o novo look. “Meus filhos estão me preferindo muito mais assim. Quase todos os dias eles falam: ‘mamãe, você está mais bonita assim do que cabeluda. E eu redescobri um redemoinho que eu tenho aqui na frente, fico o dia inteiro fazendo carinho para ver se ele abaixa, é um negócio engraçado”, dispara.

Além disso, Maria Rita garante que o simples ato de raspar os cabelos a deu mais confiança. “Eu me sinto livre e honestamente me sinto mais forte do que já me entendi ser porque eu sinto esse processo de me libertar de um lugar comum que é a sensualidade usando o cabelo. É muito forte, uma outra experiência. Falei brincando para um amiga minha: ‘quero ver que homem agora vai me suportar. Já não era aquela Mariazinha, fofinha, queridinha logo ali. Agora de cabelo curto o cara tem que ser muito forte pra segurar essa onda’. Eu estou me sentindo ótima com esse cabelo”, diz.

O novo visual faz com que as comparações entre a cantora e mãe, Elis Regina, continuem. A atitude também parece ser a mesma. “Cabelo comprido não significa ser mais feminina ou menos. Essa definição de feminilidade é de cada um. Para mim, ser feminina é ser muito forte, é ser decisiva, corajosa, livre. Isso para mim tem muito a ver com feminino e não necessariamente um cabelo comprido, liso, unha clarinha, acho que é muito de cada um, para cada um. Como eu já disse brincando: ‘a peneira vira outra’, né?”, conta.

Últimas notícias