*
 
 

Pivô de um caso que movimenta as redes sociais desde o ano passado, a atriz Letícia Almeida deu detalhes sobre o suposto estupro que sofreu na casa da família Poncio. Na noite de quarta-feira (13), ela participou do Superpop e, no papo com Luciana Gimenez, abriu o jogo sobre a polêmica envolvendo a paternidade de sua filha e sua relação com Saulo Poncio e Jonathan Couto, verdadeiro pai da bebê.

Letícia acusa Jonathan de abuso sexual, afirmando que estava bêbada e que o ato sexual ocorreu sem o consentimento dela. “Ele me ofereceu bebida. Não costumo beber, mas estava bêbada aquele dia por causa de uma comemoração”, relatou.

Reprodução

Letícia Almeida deu detalhes sobre como teria ocorrido suposto estupro

Antes disso, a artista conta que o rapaz ofereceu vinho e ela bebeu. “Ele me levou pro último andar da casa e teve relações comigo, sem meu consentimento. Eu não lembrava devido a minha embriaguez e não tive reação. Rapidamente, consegui me livrar daquilo, fui para o meu quarto e dormi.”

Jonathan teria oferecido uma pílula do dia seguinte, dois dias depois do suposto abuso sexual. “Eu fiquei super mal, porque eu não sabia do que tinha acontecido. Eu tomei. Não deu certo. Foi dois dias depois. Não consegui contar para ninguém”, completou.

Letícia esclareceu que escondeu o ocorrido por ainda ser apaixonada à época por Saulo Poncio, seu namorado e cunhado de Jonathan. “Eu amava o Saulo. Nunca tive relação com ninguém, eu morava na casa dele”, lamentou a atriz, que ainda acusou a família Poncio de agressão e tentativa de sequestrar sua filha, Maria Madalena.

Luciana Gimenez também questionou Letícia sobre como ela está fazendo para manter as contas em dia, já que o escândalo acabou com várias oportunidades de emprego. “Isso me prejudicou muito. Conseguiram sujar a minha imagem de uma forma que as pessoas se distanciaram de mim. Perdi muito trabalho e a oportunidade de ajudar ao meu pai a cuidar da minha filha também”, disse.

Mas a jovem aproveitou o momento para agradecer o apoio de muitas pessoas que “enxergam o outro lado”. “É disso que as mulheres precisam, de credibilidade. Hoje em dia, a mulher fala alguma coisa e as pessoas já vão atacando, já acham que ela está inventando. Não é por aí. Nenhum ser humano merece ser maltratado, humilhado. Eu estou envolvida com vários grupos feministas e é isso que tem me ajudado muito”, finalizou.

Relembre o caso
No começo de 2018, uma confusão envolveu o nome da atriz Letícia Almeida, conhecida pelo papel na minissérie Dois Irmãos da TV Globo. Isso porque a jovem dizia que a filha era fruto do relacionamento dela com o cantor Saulo Poncio, da banda Um44k. No entanto, após um teste de DNA, descobriu-se que a menina não era dele (Entenda toda a polêmica).



 


Abuso sexualEntrevistaestuproLuciana GimenezLeticia AlmeidaSaulo PoncioJonathan CoutoSarah Poncio