Crise? Globo não vende cota de R$ 4 milhões para especial do Rei

Tradicional show de fim de ano do Roberto Carlos transmitido pela emissora conseguiu atrair apenas dois grandes patrocinadores

atualizado 21/12/2019 15:26

AgNews

Uma das principais atrações de fim de ano da TV Globo, o especial com o cantor Roberto Carlos não conseguiu cumprir a meta de todas as cotas de patrocínio disponibilizados para o mercado publicitário. De acordo com o site Notícias da TV, do jornalista André Castro, a emissora deixou de ganhar R$ 4,1 milhões, já que o custo de cada uma das quatro partes era de R$ 2.050 milhões.

A atração, que foi exibido na noite da última sexta-feira (20/12/2019) conseguiu arrebanhar apenas dois grandes patrocinadores: uma marca de carros e um produto para uso capilar. Só para se ter uma ideia, na edição do ano passado, a emissora contou com três anunciantes para o “Rei”: além de duas marcas famosas, a Caixa Econômica Federal também havia comprado uma das cotas milionárias, fato que não se repetiu neste ano.

Ainda segundo o site, de 2015 até 2019, o valor de cada uma dessas cotas para grandes patrocinadores saltou de R$ 1.650 milhão para R$ 2.050 milhões, um aumento de 24,2%. Os planos comerciais ficaram disponíveis no site de Negócios do Grupo Globo e esses valores foram revelados pelo perfil Jornalista Vê TV no Twitter.


Veja o oferecimento: 

perfil Jornalista Vê TV/Twitter

Últimas notícias