Compositor de Simone e Simaria é preso acusado de agredir mulher

Esposa do músico conseguiu fugir do hotel em que estava. Ensaguentada, recorreu à delegacia para denunciar o marido

Reprodução/InstagramReprodução/Instagram

atualizado 12/08/2019 13:57

O compositor de músicas da dupla Simone e Simaria, Francisco de Paula Mouro, mais conhecido como Paulynho Paixão, foi preso na madrugada de domingo (11/08/2019) em um hotel no município de Bacabal (MA), a 250 km de São Luís. Autuado na Lei Maria da Penha por agredir a esposa, o músico pagou fiança.

De acordo com a polícia, Wilma Alves da Silva, 26 anos, fugiu do quarto de hotel no qual o casal estava hospedado. Conforme o site Universa, a mulher estava ensanguentada depois de ser espancada com socos e chutes. Além disso, teria sido atingida na cabeça por uma cadeira, supostamente arremessada por Paixão. O quarto estaria destruído.

A esposa de Paixão teria chegado à delegacia por volta de 4h30. A polícia localizou o artista no hotel e o prendeu em flagrante. Ele, porém, prestou depoimento e pagou fiança — cujo valor não foi revelado. Assim, foi liberado da cadeia.

Wilma registrou boletim de ocorrência e foi conduzida ao hospital. Ela também realizou exame de corpo de delito. À polícia, Páixão negou qualquer violência contra a mulher.

Ao Universa, o empresário do cantor, Valdemir Otávio, afirmou que ele não agrediu a esposa e o ocorrido não passou de “uma briga de marido e mulher”. “Entre quatro paredes, o casal se entende. Ela se arrependeu de ter mentido, de ter falado besteira e foi lá na delegacia e retirou a queixa”, disse.

Em 2011, Paixão foi abordado pela Polícia Militar enquanto dirigia com a então namorada, de 16 anos. A jovem estava ensaguentada, o que teria chamado atenção dos agentes. Na época, o músico afirmou que a garota havia se machucado devido a uma freada brusca.

A família levou a garota à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, onde ela relatou ter sido violentada. Além de compor canções como Agora e Sempre e Pássaro Noturno, cantadas por Simone e Simaria, Paixão já distribuiu letras para Xanddy (Nota Dez) e Léo Magalhães (Alô e Dá Um Tempo, Vai).

SOBRE O AUTOR
Saullo Brenner

Integrante da equipe do portal desde agosto de 2017, atua como repórter e social media. É autor do livro A Confissão de Palomino, publicado em 2019 pela Editora Metrópoles, e foi finalista do Prêmio Abracopel, na categoria Internet, em 2018.

Últimas notícias