Bilionário fundador da Duty Free realiza sonho de doar toda fortuna em vida

Charles Feeney, de 89 anos, encerrou empresa de filantropia e doou todo o patrimônio para fundações, fundos de caridade e universidades

atualizado 17/09/2020 8:57

Charles "Chuck" Feeney, fundador do Duty Free The Atlantic Philanthropies/Reprodução/Facebook

O agora ex-bilionário Charles “Chuck” Feeney, de 89 anos, realizou um desejo inusitado: doou toda a sua fortuna enquanto vivo. O fundador da Duty Free assinou, na segunda-feira (14/9), juntamente com a esposa, Helga, os papéis para encerrar a empresa Atlantic Philantropies. As informações são da Revista Forbes.

De acordo com a publicação, o casal guardou dinheiro para sobreviver bem, mas já doou mais 8 bilhões de dólares para fundações, fundos de caridade e universidades nas últimas quatro décadas por meio da Atlantic Philanthropies. Todas as doações foram feitas de forma anônima.

0

A ideia dele é que seria melhor gastar a maior parte de sua fortuna em grandes apostas de caridades em vez de financiar uma fundação depois que ele morresse. Com isso, a esperança do empresário é conferir o resultado com seus próprios olhos, antes de morrer.

Uma cerimônia on-line foi realizada por Chuck e Helga, e incluiu mensagens de vídeo de Bill Gates e do ex-governador da Califórnia, Jerry Brown.

Vida simples

Feeney é o fundador, ao lado de Robert Miller, do Duty Free Shoppers, iniciativa de 1960 que deu ao empreendedor bilhões de dólares enquanto vivia de forma simples, como um monge. Como filantropo, ele foi o pioneiro da ação “Giving While Living”.

Segundo a Forbes, ele não possui hábitos tradicionais de bilionários. Enquanto a Duty Free arrecada uma fortuna vendendo artigos de luxo para turistas em todo o planeta, Feeney vive em um apartamento em São Francisco “que tem a austeridade de um dormitório de um universitário.”

Homem discreto, mas de impacto extraordinário, Chuck Feeney teve a carreira é marcada pela caridade. O perfil dele influenciou Bill Gates e Warren Buffett quando estes lançaram o Giving Pledge em 2010: uma campanha agressiva para convencer os mais ricos do mundo a doarem pelo menos metade de suas fortunas antes de morrer.

Últimas notícias