Ana Maria Braga agradece apoio após falar sobre novo câncer

"Eu sei o caminho de esperança que vocês desfraldaram na minha frente", disse a apresentadora

atualizado 28/01/2020 9:33

Sorridente, cheia de vida e esperançosa: foi assim que Ana Maria Braga começou o Mais Você desta terça-feira (28/01/2020), um dia após anunciar a luta contra um novo câncer no pulmão. Depois de seu tradicional pensamento do dia — “Gente chata é como unha encravada: só alivia quando a gente corta fora” —, Ana agradeceu as mensagens de carinho.

“Não dou conta de agradecer só no dedo. Foi tanta gente que entrou em contato comigo de ontem para hoje. Tinha mensagem de tudo quando é jeito”, afirmou a apresentadora. “Todas elas são importantíssimas para mim e dão medida do que as pessoas acreditam na vida”.

Ela ainda aproveitou para reforçar sua esperança, não apenas em si mesma, mas nas pessoas ao seu redor. “Somos capazes de superar as coisas quando acreditamos. Nossa mente comanda nosso corpo. Eu sei o caminho de esperança que vocês desfraldaram na minha frente”, finalizou. Ana também falou com os fãs pelo Instagram. Confira:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Nossa mente comanda nosso corpo! Eu agradeço a todos pelas inúmeras demonstração de carinho! Não se preocupem, vai ficar tudo bem.

Uma publicação compartilhada por Ana Maria Braga (@anamaria16) em

Nova batalha

Ana Maria Braga informou, nesta segunda-feira (27/01/2020), que está enfrentando novamente um câncer no pulmão. A apresentadora do Mais Você revelou, ao vivo, que descobriu no início do ano um adenocarcinoma, tipo mais agressivo da doença. Não é possível a realização de cirurgia ou radioterapia.

A comunicadora já passou por sessão de quimioterapia no dia 24 de janeiro, bem como de imunoterapia. A global já teve câncer no pulmão outras duas vezes. Um deles foi retirado com cirurgia. O outro, com radiocirurgia.

SOBRE O AUTOR
Rafael Campos

Jornalista formado pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Atuou como repórter e editor do Sistema Meio Norte de Comunicação, em seu estado, até 2010. Ao chegar a Brasília, trabalhou por cinco anos no jornal Correio Braziliense como repórter e colunista. Desde 2016, é social media no Metrópoles. Entre suas premiações, recebeu o 2º Prêmio Inovação de Jornalismo; o 1º Prêmio SBPT de jornalismo em Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), o Prêmio Sebrae de Jornalismo e o Goethe-Institut Journalism Award for Young Journalists.

Últimas notícias