Fazer exercício em jejum ajuda no processo de emagrecimento?

Se você se sente bem fazendo exercício em jejum, faça. Mas saiba que isso não ajuda a perder peso

A resposta é simples: não faz diferença para o emagrecimento treinar em jejum ou alimentado. Malhar sem comer nada previamente é completamente possível, mas não é necessário. Trata-se, apenas, de uma possibilidade. Você pode escolher nunca exercê-la – e está tudo bem! É importante saber, no entanto, as particularidades dessa prática.

Em primeiro lugar, é preciso estar adaptado. Não saia de uma realidade em que come quatro a oito refeições por dia, repleta de carboidratos, para uma em que come uma a três, e com baixo carboidrato. E, mesmo assim, esperar fazer um grande treino e em tempo recorde. Não é por aí!

Se você se sente bem fazendo exercício em jejum, faça.

Minha sugestão vai pelo seguinte caminho: se for comer, prefira algo que te deixe disposto para treinar. Ou, se for se exercitar sem se alimentar, observe como o seu organismo responde a isso.



Saiba, antes, que o corpo humano tem total capacidade de fazer essa transição e, ainda assim, chegar ao ponto de fazer esforço sem a necessidade de pré-treino ou mais da metade de tudo que se come proveniente de fontes de carboidratos. É apenas uma questão de adaptação.

Precisamos de muito menos comida do que imaginamos. Normalmente, superestimamos as quantidades. Vale lembrar, também, que a literatura científica comprovou que fazer exercício em jejum não faz perder massa magra.

Sugiro procurar um nutricionista para te auxiliar no plano alimentar.