Cura até TPM! Magnésio é um mineral importantíssimo para saúde

A suplementação pode ajudar na ansiedade, estresse e tensão pré-menstrual

UnsplashUnsplash

atualizado 08/08/2019 10:55

O magnésio é um mineral fundamental e indispensável para o bom funcionamento do metabolismo. É responsável por mais de 300 reações enzimáticas, entre elas, as envolvidas na produção e armazenamento de energia, na função muscular normal e na manutenção dos níveis de glicose no sangue.

Porém, a ingestão inadequada de magnésio pode causar uma série de complicações na saúde, tais como: hipertensão, doença cardiovascular e diabetes tipo II.

Uma pesquisa publicada na Nutrients pela University of Leeds, na Inglaterra, analisou 18 estudos e concluiu que a suplementação de magnésio pode ajudar na ansiedade, estresse e tensão pré-menstrual.

O departamento de Ciências da Nutrição da Universidade Drexel revisou várias pesquisas sobre ingestão de magnésio feita com atletas dos mais variados esportes.

Em uma delas, foi examinado a ingestão de energia de acordo com as recomendações feitas a atletas de ultraendurance. Os pesquisadores estudaram 24 atletas de corrida de aventura. Após a avaliação, verificou-se que, embora os atletas tivessem o consumo adequado para a maioria dos micronutrientes, a quantia de magnésio estava abaixo do recomendado.

Em outra análise, foi estudado a dieta de 67 ginastas rítmicas de elite antes de uma competição. Ficou constatado que elas tinham pouca concentração de magnésio.

Os estudos mostram que a deficiência de magnésio tem sido associada à menor densidade mineral óssea.

Durante o estudo, os pesquisadores mediram a densidade mineral óssea, o conteúdo mineral ósseo, a massa magra e a massa gorda de atletas de natação de elite.

A ingestão de magnésio entre eles era menor do que a recomendada. Além disso, os esportistas relataram uma associação significativa entre a densidade mineral óssea e a massa magra. No entanto, quando o consumo de magnésio foi incluído, eles disseram ser um forte e significativo preditor de densidade mineral óssea, mesmo após o ajuste para ingestão de energia, vitamina D, cálcio e fósforo.

A pesquisa concluiu que atletas jovens de esportes de baixo impacto devem prestar atenção à ingestão de magnésio, dado seu potencial papel na aquisição de massa mineral óssea durante o crescimento.

O magnésio também tem papel fundamental no desempenho de atividade físicas em pessoas idosas.

Veja uma lista com alimentos ricos em magnésio

  • Verdes folhosos: espinafre, acelga, couve e mostarda;
  • Sementes: abóbora, girassol, gergelim, linhaça e chia;
  • Oleaginosas: castanhas, amêndoas e nozes;
  • Leguminosas: feijões, lentilhas e ervilhas;
  • Frutas: abacate, figo, banana.

Busque ajuda de um especialista para ajustes individuais.

SOBRE O AUTOR
Sabrina Mundim

Graduada em Educação Física pela Universidade Católica de Brasília (UCB), é especialista em Emagrecimento e Treinamento Resistido pela Universidade Gama Filho. Atualmente, colabora com o portal Metrópoles na coluna Na Medida.

Últimas notícias