Como treinar para emagrecer e ganhar músculos

O ideal é fazer exercícios de maneira intensa, priorizando a amplitude, a velocidade de execução e o tempo de recuperação

atualizado 04/03/2019 11:41

iStock

Faz parte do senso comum achar que executar exercícios de musculação com muitas repetições e pouco peso é o ideal para quem deseja definir a musculatura e/ou emagrecer.

Tem gente que acredita também que realizar exercício com muito peso e poucas repetições serve para hipertrofiar (“ganhar músculo”) e isso não leva à perda de peso. Mas atenção: ambas as crenças não passam de um grande mito.

Em 2015, o especialista em fitness Brad Schoenfeld e seu grupo compararam a realização de muitas repetições com pouca carga e poucas repetições com muita carga. Os resultados demonstraram que o ganho de massa muscular foi o mesmo. Ou seja: no que tange à hipertrofia, o ideal é treinar com intensidade – pouco importa a quantidade de repetições e o uso de cargas leves ou elevadas.

Em relação ao emagrecimento, treinos com muitas repetições e muito peso não têm se mostrado mais eficientes para aumentar a oxidação de gorduras nem para favorecer a perda de massa gorda. Nos dois estudos citados, os grupos que treinaram com maior intensidade obtiveram maior emagrecimento e oxidação de gorduras, independentemente de quem fez mais ou menos repetições.

O ideal é treinar de maneira intensa, priorizando as valências de amplitude, a velocidade de execução e o tempo de recuperação. Isso é válido a despeito do objetivo, número de repetições e da quantidade de carga.

Dessa forma, é possível garantir o melhor resultado tanto em nível de hipertrofia quanto de emagrecimento.

Últimas notícias