Categorias: Janela Indiscreta

Vídeo: protesto por democracia cerca comboio de Xi Jinping no DF

O presidente da China, Xi Jinping, se tornou alvo de vários protestos em Brasília durante a participação na 11ª Cúpula do Brics, bloco que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Desde que chegou à capital federal, o líder é perseguido por um grupo intitulado Movimento Democracia Sem Fronteiras, que clama contra a presença dele, classificado pelos manifestantes como “ditador”.

Ao desembarcar no Planalto Central, na noite de terça-feira (12/11/2019), Jinping entrou na mira dos militantes já nas vias próximas ao Aeroporto Internacional JK. O comboio se atrasou por cerca de meia hora em decorrência das manifestações em favor da democracia. A carreata teve de mudar de rota em virtude da passeata.

Veja vídeo:

“Nosso objetivo é defender a democracia e lutar contra qualquer tipo de autoritarismo. A gente está apoiando os protestos de Hong Kong. A China costura uma lei para extraditar as pessoas com opiniões contrárias ao do ditador, para que, assim, o regime não tenha oposição, o que é um absurdo”, afirmou um advogado brasiliense que integra o movimento. Ele pediu para ter o nome preservado.

Veja as fotos:

Desde a noite de terça-feira (12/11/2019), manifestantes protestam contra presença do presidente chinêsmore
Eles bloquearam as vias de acesso do aeroporto quando o líder internacional desembarcoumore
Eles cercaram o trajeto feito por Xin Jinping durante a realização do Bricsmore
A Embaixada da República Popular da China no Brasil também foi alvo do grupo, que foi dissipado pela Polícia Militarmore
Um urso inflável foi erguido nas proximidades da representação chinesa, contra a política classificada como “ditatorial”more

Além dos protestos organizados, o grupo também anunciou, em letreiros luminosos da cidade, palavras de ordem contra o que os integrantes taxam de governo ditatorial. E passou a fazer vigília nas proximidades da Embaixada da China no Brasil, localizada na Avenida das Nações. Contudo, os manifestantes foram impedidos por policiais militares que reforçaram a segurança na região.

“Expulsaram a gente dentro de um território brasileiro, mas nossos protestos devem continuar”, disse o militante. “A gente quer liberdade para Hong Kong, e o povo brasileiro defende que a China tenha uma democracia de verdade”, disse.

Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Últimas notícias

Coronavírus: medidas equivalem a cerca de 4,8% do PIB, diz Guedes

Ministro da Economia, Paulo Guedes, concedeu entrevista à XP investimentos, para comentar medidas de enfrentamento ao novo coronavírus

5 minutos passados

Como está a curva de contágio do novo coronavírus no Brasil?

Ministério da Saúde apresentou acompanhamento da curva de casos confirmados do novo coronavírus em território nacional

8 minutos passados

Sadio, Mandetta só sai do Ministério demitido. Foi ele quem disse

Outra alternativa apontada em entrevista coletiva pelo titular da Saúde para deixar o cargo seria acabar o trabalho na pasta.

24 minutos passados

Guedes nega saída: “Não vou deixar o país na hora mais grave”

Ministro da Economia, Paulo Guedes, concedeu entrevista à XP investimentos, para comentar medidas de enfrentamento ao novo coronavírus

30 minutos passados

Coronavírus: GDF suspende posse e nomeação de concursados

Apenas os candidatos "cujo exercício seja necessário para a prevenção, contenção ou combate ao novo coronavírus" estão excluídos da decisão

38 minutos passados

Coronavírus: navio com 35 casos suspeitos fica isolado em Santos

Ao todo, 757 pessoas estão a bordo do navio, atracado no Porto de Santos. Até sexta (27/03), sete pessoas foram…

42 minutos passados