*
 
 

Um dia depois de publicar decreto no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) que determinava sigilo dos gastos e destinos de viagens feitas pelo chefe do Executivo, vice-governador e familiares, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) revogou o ato. O gesto foi uma rápida resposta a críticas sobre a medida.

“Assinei o decreto sem ter ciência do inteiro teor das alterações e no que elas acarretariam. O governo atua de maneira transparente e todos os seus atos – inclusive aqueles relacionados ao governador – devem ter ampla divulgação pública”, afirmou o governador à coluna.

A deputada distrital Celina Leão (PPS) apresentou, nesta sexta-feira (9/3), projeto de decreto legislativo para impedir qualquer tipo de sigilo de informações por parte do governador.

“Esse governo agora tentou retornar à época dos atos secretos, algo que é rechaçado pela sociedade. Já fiz um ofício para levantar todas as viagens secretas do governador e vou manter o projeto, para não correr o risco de uma nova manobra obscura deste governo”, disparou Celina.



 


Rodrigo RollembergrollembergCelina Leão]atos secretos