SLU pede vistoria após árvore cair e matar um terceirizado da Novacap

No ofício, órgão de limpeza solicita apoio do GDF para avaliar riscos causados por outros eucaliptos existentes próximos ao lixão

atualizado 20/11/2020 15:30

CBMDF/ DIVULGAÇÃO

Após a queda de uma árvore que fez uma vítima fatal próximo ao lixão da Estrutural, durante as fortes chuvas no Distrito Federal na quinta-feira (19/11), o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) solicitou que a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) realize, em caráter de urgência, vistoria na Unidade de Recebimento de Entulho para avaliar os riscos de outros eucaliptos existentes na região.

“Salientamos que, considerando o risco iminente de queda de outras árvores, faz-se necessária urgência no atendimento do pleito no que concerne a supressão das árvores que apresentam risco iminente de queda e investigação dos outros exemplares”, argumentou o órgão em documento expedido.

De acordo com o documento, a Defesa Civil estabeleceu um prazo de 10 dias, a contar da data do incidente, para a ação conjunta entre órgãos governamentais com o objetivo de identificar o estado das árvores dessa região e adotar providências até o próximo dia 28 de novembro.

Veja as imagens:
0
Danos

Além da morte, as chuvas de quinta-feira (19/11) provocam diversos transtornos no Distrito Federal. Vicente Pires e Plano Piloto foram as regiões mais afetadas, com alagamento e queda de árvores.

No caso da Estrutural, o incidente fatal ocorreu no anel viário, onde um eucalipto caiu em cima de um caminhão e matou Robson Dourado dos Santos, de 49 anos. Ele era prestador de serviços da Novacap. Já em Vicente Pires, a forte chuva alagou ruas e invadiu comércios.

Em outros casos, um caminhão tombou na BR-010, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e no sentido de Sobradinho, durante a madrugada. Na 710/910 Sul, uma árvore caiu ao lado do Hospital Naval, deixando a W5 completamente interditada. Até a última atualização desta reportagem, não havia feridos em nenhum desses dois incidentes.

Com risco de alagamento e corte de energia elétrica devido às chuvas, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta laranja para o Distrito Federal. O aviso reforça o grau de perigo e é acionado quando as precipitações atingem a marca de 30 a 60 mm/h ou de 50 a 100 mm/dia. Nesta quinta-feira (19/11), um homem morreu, após uma árvore cair em cima do caminhão onde ele estava.

Últimas notícias