*
 
 

Na contramão das lideranças cacifadas para construir nominatas, candidatos que tiveram número expressivo nas últimas eleições — mesmo sem conseguir o desejado mandato — decidiram somar forças e formar um bloco para disputarem, juntos, o pleito deste ano. Capitaneados pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), convocados pelo professor Jordenes, por Bruno Bonetti e João Hermeto, o grupo reuniu nessa terça-feira (20/1) seis pré-candidatos os quais passarão novamente pelo teste das urnas.

“Decidimos em consenso que juntos somos mais fortes. Então, o compromisso hoje feito é que o eleito contemple os demais aliados no possível mandato. É uma aliança proporcional”, explicou Bruno Bonetti, um dos articuladores do grupo e que descarta possível candidatura.

Na lista da aliança constam o ex-secretário de Saúde Rafael Barbosa — que deixou o PT e ensaia ingressar no PTB — e disputou a Câmara dos Deputados em 2014; Jaqueline Silva, primeira suplente da coligação Podemos – PPL; Todi Moreno (PTB) e os próprios professor Jordenes e o conhecido sargento Hermeto, hoje subtenente da Polícia Militar e primeiro suplente do MDB na Câmara Legislativa. Juntos, calculam um montante de cerca de 50 mil votos.

Além deles, houve presença inusitada: um integrante do primeiro-escalão do governo de Rodrigo Rollemberg (PSB) participou do encontro, mas não teve o nome revelado. Coisas da política.

 



 


Câmara Legislativaptbpré-candidatos