Por falta de kits, Sesc suspende testagem gratuita de comerciários no DF

Segundo entidade, decisão atinge os dois postos remanescentes para diagnóstico da classe: a unidade da 504 Sul e também a do Taguapark

Hugo Barreto/Metrópoles

atualizado 01/06/2020 20:59

O Serviço Social do Comércio (Sesc-DF) suspendeu, temporariamente, a testagem de coronavírus em comerciários da capital federal. A decisão foi informada ao Metrópoles, na tarde desta segunda-feira (01/06), pelo diretor-regional da entidade, Marco Túlio Chaparro.

“Até as 15h de hoje, havíamos recebido da Secretaria de Saúde apenas 140 kits, dos mil prometidos pelo Executivo local. Para evitar filas e aglomerações, fechamos a unidade da 504 Sul e do Taguaparque, e também desmobilizamos as equipes até que o abastecimento seja normalizado pelo GDF”, disse Chaparro.

Pela falta do material para testagem, várias pessoas enfrentaram longas filas e não conseguiram obter o exame obrigatório para a volta ao trabalho. O diagnóstico de funcionários é uma das exigências do Governo do Distrito Federal (GDF) para que as lojas de rua e shoppings voltem a funcionar durante a pandemia da Covid-19.

0

Não é a primeira vez que a entidade interrompe o projeto para auxiliar os lojistas locais a retomarem as atividades comerciais. Na semana passada, o Sesc-DF havia suspendido a testagem em pelo menos sete pontos montados para o atendimento gratuito a comerciários do Distrito Federal.

Estoque zerado

Após a reportagem, a Secretaria de Saúde destinou mais 2 mil kits para o braço social da Federação do Comércio, mas o estoque ficou zerado na última sexta-feira (29/05).

Os postos de diagnósticos mantidos pelo GDF para a população em geral permanecem em funcionamento normal.

Nesta segunda-feira, por meio de nota, a Secretaria de Saúde informou que, até o momento, já foram distribuídos 9 mil testes ao Sesc. “A parceria entre GDF e Fecomércio é no sentido de repasse dos testes, o que tem acontecido desde a semana passada”, resumiu a pasta.

Últimas notícias