*
 
 

Tido como possível concorrente do deputado federal Izalci Lucas no comando do PSDB-DF, Paulo Roriz passa a costurar um caminho de conciliação com o atual líder tucano. O ex-deputado distrital afirmou à coluna a intenção de “desistir” de qualquer candidatura nestas eleições, caso seja eleito presidente da legenda para os próximos dois anos.

“Abro mão de me candidatar a deputado federal ou distrital a fim de buscar a harmonia e uma boa nominata competitiva para o nosso partido, caso seja escolhido como presidente. A prioridade, agora, é a unidade partidária e procurar diálogo entre todas as alas do PSDB”, disse.

O ex-distrital descartou ser “líder” do movimento oposicionista interno da sigla e, segundo explicou, seu nome foi alçado justamente pelo temperamento ameno. “Fui procurado por vários filiados que buscam apenas o diálogo e o cumprimento do nosso estatuto. Tenho certeza de que é a reivindicação de todos, inclusive do atual presidente. Minha postura nada tem de pessoal contra Izalci. Pelo contrário, minha missão é aparar arestas”, amenizou.

Procurado, o atual comandante tucano reconheceu a necessidade de uma reconstrução dentro da legenda. “É uma grande oportunidade que o nosso partido tem de ser protagonista destas eleições, coisa que há tempo não acontece. Temos vários siglas dispostas a nos apoiar nessa campanha e temos total certeza de que estaremos no segundo turno”, acredita.

Eleições suspensas
Marcadas para ocorrer nesta sexta-feira (1º/6), as eleições internas do partido foram suspensas pela Justiça. Em decisão liminar, a 17ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) acatou a argumentação de um filiado sobre possíveis “irregularidades” na convocação para a convenção regional e impediu a votação para a escolha do novo comando do PSDB-DF. (Colaborou Isadora Teixeira)

 



Izalcieleições 2018Paulo RorizPSDB-DF
 


COMENTE

Ler mais do blog