*
 
 

Ex-chefe da Casa Militar do Distrito Federal, o coronel Rogério Leão parou no acostamento da Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia), sentido Valparaíso de Goiás, nesta terça-feira (13/2), e gravou um vídeo no qual tece críticas à instalação de novos pardais em vias brasilienses. “O pessoal está ali, agora, trabalhando, instalando pardal, na terça-feira de Carnaval. Por que não vai trabalhar lá no viaduto que caiu?”, questiona.

Neste ano, o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) deve substituir, aos poucos, os 540 equipamentos do órgão espalhados por rodovias da unidade da Federação. Ainda em 2018, as ruas ainda devem ganhar mais 88 radares eletrônicos.

Nas imagens divulgadas nas redes sociais, ele ainda desaprova a qualidade das pistas. “A rodovia é um lixo. Multa para todo mundo. Aí não dá, né?”, dispara.

Confira o vídeo:

 

O coronel é membro do Conselho Distrital de Segurança Pública (Condisp). Na década de 1990, o oficial integrou o Batalhão de Policiamento Rodoviário, da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

Ao Metrópoles, ele declarou haver uma inversão do objetivo de aplicar penalidades. “Essa questão de velocidade nas vias está voltada para a indústria da multa, ao contrário da educação de trânsito que deve ser feita“, disse.

Leão ocupou o cargo na cúpula da Casa Militar do DF quando Agnelo Queiroz (PT-DF) era governador. Antes de atuar com o petista, o coronel trabalhou durante oito anos na Presidência da República, onde coordenava o serviço de inteligência do Palácio do Planalto.

Embora tenha participado de gestões petistas, em dezembro de 2017 o coronel se filiou ao PCdoB de olho na corrida eleitoral pelo Palácio do Buriti.

O outro lado
A reportagem procurou o DER-DF para saber exatamente o que os profissionais faziam em pardais da Epia, nesta terça-feira. Até a última atualização desta matéria, no entanto, a autarquia não havia retornado o contato.



 


PCdoBCoronel Leão