*
 
 

Nem Itália, tampouco Portugal. Embora tenha sido ventilada a possibilidade de o presidente Michel Temer (MDB) assumir alguma embaixada brasileira na Europa quando deixar o Palácio do Planalto, o emedebista prefere continuar no Brasil, mais especificamente em São Paulo.

Jurista renomado, Temer ingressará na sociedade de um famoso escritório de advocacia na capital paulistana. O acordo já foi selado e o ainda titular do Planalto já não esconde de pessoas próximas a novidade que chegará junto com janeiro do próximo ano.



 


Michel TemerJair Bolsonarogoverno de transiçãoadvocacia