*
 
 

O braço do movimento Lula Livre em Brasília está enfrentando dificuldades para fixar acampamento de protesto contra a recente prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) próximo ao Teatro Nacional.

A ideia é repetir no Distrito Federal a manifestação de Curitiba (PR), onde defensores do petista fazem vigília nas redondezas da Superintendência da Polícia Federal desde que o líder do partido foi preso, no último sábado (7/4).

Até a noite de quarta-feira (11), aliados de Lula tentavam manter o acampamento nas proximidades do Teatro Nacional. Contudo, orientação do Palácio do Buriti impediu a permanência no local, levando petistas a se alojarem na Praça do Buriti, nas redondezas da sede do GDF.

Uma reunião foi marcada às pressas para a manhã desta quinta-feira (12), com o objetivo de definir o local onde os manifestantes poderão fazer a vigília contra a prisão do político. Para a ocupação do Teatro Nacional, há a necessidade da autorização expressa de Rollemberg, que recebeu os manifestantes.

Durante o encontro, o governador sugeriu que os manifestantes fiquem no Pavilhão do Exposições do Parque da Cidade, mas a oferta foi recusada. Logo após, o atual chefe do Executivo liberou o estacionamento do Ginásio Nilson Nelson, onde os cerca de 400 defensores de Lula ocuparão nas próximas horas.



 


STFlulateatro nacional