Motociclistas tomam as ruas do DF para alegrar Natal de crianças carentes

Evento promovido pelo vice-governador, Paco Britto, arrecadou mais de cinco mil brinquedos a serem distribuídos para regiões mais pobres

atualizado 21/11/2020 13:53

Vinícius de Melo / GDF

Centenas de motociclistas saíram às ruas de Brasília, neste sábado (21/11), com o objetivo de chamar atenção dos moradores sobre a desigualdade social, que aumentou com a pandemia do novo coronavírus. Eles se concentraram às 9h, na Praça do Cruzeiro, e foram em direção ao Balão dos Condomínios, no Jardim Botânico. Esta é a segunda edição do Moto Paco Social, evento idealizado pelo vice-governador Paco Britto (Avante), adepto do motociclismo recreativo. A iniciativa também arrecada brinquedos às crianças do Sol Nascente, Estrutural e outra áreas carentes do Distrito Federal.

Pouco depois das 11h, os participantes do evento deixaram a concentração e seguiram o percurso do passeio programado, com destino ao Jardim Botânico, e retornando ao ponto de partida. De acordo com a organização do evento, mais de mil pessoas aderiram à mobilização social. A Polícia Militar (PMDF) escoltou as motos durante todo o trajeto.

“A gente já tem a previsão de que o evento deste ano vai superar a arrecadação de 2019, com mais de cinco mil brinquedos que serão distribuídos para crianças não apenas da área urbana, mas principalmente da zona rural. Na primeira edição, a iniciativa foi organizada pelos meus amigos, mas, em 2020, cresceu e foi aderido por inúmeros motociclistas do DF. Para se ter ideia, hoje mais de 10 clubes do motociclismo estão aqui presentes”, declarou o vice-governador.

0
“Pegada social”

Também adepto da modalidade recreativa, o líder do governo na Câmara Legislativa, deputado distrital Cláudio Abrantes (PDT), participou da mobilização e percorreu o trajeto estabelecido pelo evento. Com colete de “motoqueiro”, o parlamentar elogiou a iniciativa do evento de chamar atenção para os mais necessitados da capital federal.

“O motociclismo já é algo do meu dia-a-dia, mas o que mais me atrai é essa pegada social muito forte do esporte aqui em Brasília.  Vários motoclubes fazem eventos com esse fim e, inclusive, eu tenho alegria porque o vice-governador foi num evento social meu em outubro de 2019 e gostou tanto que aderiu à ideia. Agora vamos nos organizar para a distribuição desses brinquedos. O motociclismo tem muito essa questão da fraternidade, não é só roupa escura, rock e barulho de motor”, brincou.

Medidas de segurança

No local da concentração, pelo menos quatro postos foram montados para distribuição gratuita de álcool em gel. O uso de máscaras também foi obrigatório para quem esteve na Praça do Cruzeiro. “Não poderíamos, porém, deixar de fazer esse evento que tem um cunho social importante. A solidariedade não está de quarentena”, completou o vice-governador.

Últimas notícias