*
 
 

A pré-candidata à Presidência da República, Marina Silva (Rede), alimenta o sonho de ter em sua possível chapa majoritária um vice que tenha passado pelo Supremo Tribunal Federal.

A prioridade da presidenciável é tentar convencer o ex-ministro da Corte Carlos Ayres Britto a topar a empreitada, fato que não tem sido tarefa fácil, devido ao prazo para filiações partidárias terminar no próximo dia 7.

Marina tentou atrair também o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, mas a filiação dele ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) é dada como certa.

Na última das hipóteses, a ex-ministra do Meio Ambiente escalará o presidente do Clube de Regatas do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, recém-filiado à Rede Sustentabilidade.



 


marina silvajoaquim barbosaAyres Brittoeleições 2018Bandeira de Mello