*
 
 

As convenções partidárias realizadas nos últimos dias ressuscitaram vários nomes da “história política” do Distrito Federal. Figuras que ficaram nacionalmente conhecidas em escândalos reapareceram para confirmar: mesmo nos bastidores, participam de alguma forma das negociações locais, especialmente para a corrida ao Palácio do Buriti.

Ex-deputados distritais expurgados da vida pública pela Operação Caixa de Pandora marcaram presença na convenção do MDB, realizada nesse domingo (5/8). Odilon Aires, Júnior Brunelli – da oração da propina –, Eurides Brito – a deputada da bolsa – e Leonardo Prudente (foto em destaque) – mais conhecido como o deputado da meia – “bateram ponto” na conferência emedebista.

Além deles, também passou pelo evento o ex-presidente da Câmara Legislativa Benício Tavares. Apesar de ter sido afastado do cargo ao ser condenado por compra de votos, o político ainda é um dos principais articuladores da legenda comandada no DF por Tadeu Filippelli.



 


eleições 2018operação caixa de pandoraMDBconvenção MDB