Ibaneis sobre fala de Bolsonaro: “Sigo cuidando do meu povo”

Ao sair do Palácio da Alvorada, o presidente disse: “Ibaneis vai abrir tudo segunda-feira, é isso?”

Governador Ibaneis RochaMichael Melo/Metrópoles

atualizado 27/03/2020 12:24

Ao deixar o Palácio da Alvorada, na manhã desta sexta-feira (27/03), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar governadores na condução da crise provocada pelo novo coronavírus.

Ao cumprimentar apoiadores, o presidente citou o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), e afirmou que ele vai “abrir tudo” na segunda-feira (30/3).

À coluna, o governador disse que vai manter as decisões, mas evitou polemizar com Bolsonaro. “Eu sigo por aqui firme cuidando do meu povo e contando com o apoio do governo federal”, destacou.

O DF saiu na frente com as restrições para conter o avanço do coronavírus. E, no dia 19 de março, ampliou o período em que escolas e estabelecimentos comerciais deverão permanecer fechados. O novo prazo da quarentena, imposta diante da expansão dos casos da doença na capital do país, é até dia 5 de abril.

Os números de infectados pelo coronavírus no Distrito Federal voltaram a subir na noite dessa quinta-feira (26/03). Segundo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde, os casos confirmados subiram de 198 para 203.

Últimas notícias