Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Ibaneis permanecerá distante da disputa à Presidência da Câmara dos Deputados

Governador do DF é filiado ao MDB, sigla de Baleia Rossi, mas é próximo também de Arthur Lira (PP), outra aposta para o novo comando da Casa

atualizado 27/01/2021 17:33

Governador ibaneis Rocha brasilia DF Michael Melo/Metrópoles

O governador Ibaneis Rocha (MDB) permanecerá distante das negociações para a escolha do novo comando da Câmara dos Deputados. A decisão é justificada pelo fato de o do titular do Palácio do Buriti ser aliado e correligionário de Baleia Rossi (SP), mas também ter proximidade com Arthur Lira (PP-AL), duas das principais apostas na corrida pela presidência da Casa Legislativa.

Aliadas do emedebista no Congresso reforçam o posicionamento discreto do chefe do Executivo local na disputa. Coordenadora da bancada do DF no Legislativo Federal, a deputada Flávia Arruda (PL) declarou voto e faz campanha para Lira desde o lançamento da candidatura.

“Já estivemos em inúmeros momentos juntos e o governador não tratou desse assunto comigo desde o início da disputa”, afirmou a parlamentar ao Metrópoles.

Secretária de Esporte licenciada, a deputada federal Celina Leão (PP-DF) retornou ao mandato no ano passado a fim de votar o orçamento federal e, por tabela, tem participado ativamente da escolha do sucessor de Rodrigo Maia (DEM-RJ). Ela é uma das articuladoras da campanha do correligionário alagoano.

“Desde que eu voltei para a Câmara, o governador nunca interferiu nos meus posicionamentos. Ele nos dá liberdade para atuarmos de acordo com nossas convicções”, disse.

Evento cancelado

Na tarde de terça-feira (26/1), um almoço reuniu seis dos oito integrantes da bancada do DF na Câmara dos Deputados em apoio à candidatura de Lira. O evento ocorreu no apartamento da deputada Margareth Coelho (PP-PI), na Asa Norte. Apenas Erika Kokay (PT) e Professor Israel (PV) não participaram por já terem declarado voto em Baleia Rossi.

Embora estivesse previsto na agenda oficial de Arthur Lira, um suposto encontro com Ibaneis e o alagoano seria realizado logo na sequência na sede do Governo do Distrito Federal (GDF). O evento acabou cancelado porque, segundo a deputada federal Celina Leão (PP-DF), poderia causar “constrangimentos” ao emedebista.

Oficialmente, o Palácio do Buriti informou que não havia a previsão oficial na agenda do chefe do Executivo.

CLDF

Durante as eleições de dezembro do ano passado para o comando da Câmara Legislativa (CLDF), o governador Ibaneis usou a mesma estratégia e não interferiu na decisão dos deputados distritais. O pleito acabou dando a vitória a Rafael Prudente (MDB), que renovou o mandato de presidente por mais dois anos.

 

 

Últimas notícias