Ibaneis: comércio e escolas vão continuar fechados até dia 13

O prazo terminaria no dia 5 de abril. Decretos do governo proíbem o funcionamento de alguns setores

O governador Ibaneis Rocha (MDB) confirmou ao Metrópoles, nesta terça-feira (31/03), que vai ampliar as medidas restritivas para combater o novo coronavírus no Distrito Federal até o dia 13 de abril. O prazo do fim da quarentena para o comércio e escolas venceria no próximo 5.

No DF, assim como no resto do país, os números do coronavírus não param de crescer. Os dados mais recentes, divulgados pelo GDF na noite dessa segunda-feira (30/03), apontam que no momento são 312 casos e duas mortes provocadas pela Covid-19.

O morador do Núcleo Bandeirante Maurílio José de Almeida, 77 anos, é a mais recente morte registrada no DF por coronavírus. Ele estava internado na UTI do Hospital Brasília, no Lago Sul, desde 27 de março, e morreu no domingo (29/03). Teve teste confirmado para a Covid-19 nessa segunda-feira (30/03). O paciente, ainda de acordo com a pasta, apresentava comorbidades que agravaram o quadro de saúde. O idoso tinha neoplasia, cardiopatia e doença pulmonar obstrutiva crônica.

No fim de semana, o GDF confirmou a primeira morte por coronavírus no DF. Trata-se de uma paciente de 61 anos, que estava internada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e faleceu na unidade de saúde no dia 23 de março. A confirmação de que a moradora de Brasília tinha a Covid-19 veio nesse domingo, com o resultado da contraprova, realizada pela Fiocruz, no Rio de Janeiro. A enfermeira Viviane Rocha de Luiz também tinha comorbidades.

Com o passar dos dias, aumenta também o número de cidades que registram casos da doença. De 31 regiões administrativas do Distrito Federal analisadas pela Secretaria de Saúde, somente oito ainda não têm nenhum registro do novo coronavírus.

Segundo balanço divulgado pela pasta nessa segunda-feira (30/03), ainda não há infectados na Fercal, em Planaltina, no Itapoã, em Brazlândia, Varjão do Torto, Riacho Fundo 2, Scia (Estrutural) e no Setor de Armazenagem e Abastecimento Norte (SAAN). O DF tem 33 cidades, mas não foram divulgados números do Sol Nascente e Arniqueira.

Considerando os casos com a informação sobre residência disponível, a Região de Saúde Central tem o maior número e a maior incidência de casos confirmados, sendo a Região Administrativa do Lago Sul a que apresenta mais ocorrências, com 53 casos.

A orientação de médicos, entidades mundiais de saúde e do Governo do Distrito Federal (GDF) permanece: fique em casa. Mesmo assim, a reportagem do Metrópoles flagrou, nessa segunda-feira (30/03), o centro de Ceilândia com várias aglomerações, aumentando o risco de contágio pelo novo coronavírus.

Há relatos ainda de mais movimento em outras cidades, como Águas Claras e Lago Sul. No fim de semana, o próprio presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), circulou por algumas cidades do DF. Entre elas, Ceilândia, Sudoeste e Taguatinga.