*
 
 

A situação dos cerca de 30 trabalhadores que ficaram desempregados após a queda do viaduto no Eixão Sul na manhã de terça-feira (6/2) foi tema de debate na Câmara Legislativa. Integrante da oposição ao governador Rodrigo Rollemberg (PSB), o distrital Raimundo Ribeiro (PPS) defende que o Palácio do Buriti se responsabilize pela realocação desses profissionais. Ele se refere aos funcionários da churrascaria Floresta e do restaurante Nosso Lar, que funcionam sob a via e terão de ser interditados até a recuperação total da estrutura.

A proposta do parlamentar é que o GDF empregue temporariamente os funcionários em algum dos 13 restaurantes comunitários mantidos pela Secretaria de Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh). “Ser da oposição não me impede de sugerir soluções pragmáticas, principalmente se há famílias prejudicadas pelo incidente”, disse Ribeiro à coluna.

A proposta foi formalizada em discurso proferido pelo deputado nesta quarta-feira (7), no plenário da CLDF. Ribeiro se antecipou e já telefonou para os donos do estabelecimento para anunciar a proposta.



Rodrigo RollembergCâmara Legislativarestaurantes comunitáriosCLDFRaimundo ribeironosso larqueda de viaduto em Brasíliachurrascaria floresta
 


COMENTE

Ler mais do blog