Fábio Felix rebate Chico Vigilante: “Lockdown deveria ser no Plano Piloto”

Integrante do mesmo bloco do parlamentar, o distrital divergiu sobre a posição do petista para isolamento total de Ceilândia

atualizado 03/06/2020 19:01

O deputado distrital Fábio Felix (PSol) criticou, nesta quarta-feira (03/06), o apelo feito por Chico Vigilante (PT) para que o governador Ibaneis Rocha (MDB) decrete o lockdown em Ceilândia, primeira colocada no Distrito Federal em número de casos confirmados e de mortes por causa da Covid-19.

“Na Ceilândia, temos maior número quantitativo da doença. Mas o proporcional é justamente no Plano Piloto. Confinamento em Ceilândia me parece arbitrário e incoerente com toda a lógica da ação governamental. Se for para ter confinamento, tem que ser no Plano”, disparou o socialista. Ambos integram o bloco de oposição ao Palácio do Buriti na Casa.

Na visão do distrital, seria incoerente o governo liberar a retomada das atividades do comércio, de shoppings e ainda a reabertura de parques e confinar a população ceilandense, que, segundo ele, teve queda de renda pela dificuldade de acesso aos auxílios criados pelos governos durante a fase da pandemia.

Na réplica, Chico Vigilante rebateu as críticas do companheiro de bloco. O petista lembrou que outras unidades da Federação conseguiram estancar a contaminação após a medida enérgica, que objetiva o fechamento total de todas as atividades e a circulação nas ruas apenas em situação comprovadamente essencial.

“Quero dizer ao deputado Fábio Felix que moro aqui em Ceilândia há 43 anos, portanto, muito antes de ele nascer. De Ceilândia eu conheço. Sei do desespero e de como as coisas estão caóticas por aqui. Eu defendo o lockdown por ser um método cientificamente comprovado para salvar vidas. Todos os locais que adotaram a medida tiveram resultado prático. Esse isolamento é de apenas mais 15 dias, que eu acredito serem mínimos quando o assunto é a manutenção da saúde e da vida da nossa população”, respondeu.

Apelo

Nesta quarta-feira, o deputado distrital Chico Vigilante (PT) fez um apelo para que o governador Ibaneis Rocha (MDB) decrete lockdown em Ceilândia para controlar as contaminações pelo coronavírus.

Em conversa com o Metrópoles, o parlamentar disse querer que o secretário de Saúde, Francisco Araújo, transfira o gabinete da pasta, durante uma semana, para a região administrativa. A solicitação foi encaminhada ao secretário-chefe da Casa Civil, Valdetário Monteiro.

“Eu propus isso ao governador e ao secretário Valdetário porque Ceilândia, onde eu moro minha vida toda, está um verdadeiro caos. O nosso hospital regional está saturado, com mais de 100 servidores contaminados. E o crescimento não para. Nas ruas, as pessoas estão agindo como se nada estivesse acontecendo. Pedi que o secretário mande tropas da Polícia Militar para dar um jeito nessa situação”, disse à coluna Janela Indiscreta.

De acordo com Chico Vigilante, o comportamento dos ceilandenses mudou após a visita do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à cidade. O fato ocorreu no dia 29 de março, um domingo, quando o titular do Palácio do Planalto percorreu alguns comércios abertos, o que resultou em muita aglomeração nas ruas.

“Eu tenho dito repetidamente que aquela vinda do Bolsonaro a Ceilândia foi uma desgraça. O povo estava comportado até então. Desde aquele dia, percebo que ninguém está respeitando nada. Alguns ainda usam máscaras, porque é obrigatório, mas tem muita gente nas ruas sem respeitar nem isso”, completou.

Até a publicação da reportagem, não havia um posicionamento oficial do governador Ibaneis sobre a reivindicação do distrital. Mas, conforme o Metrópoles revelou, o chefe do Executivo local não descarta recorrer à medida nas cidades com maior índice de contaminações pelo novo vírus.
0

Últimas notícias