">
*
 
 

Os deputados federais pelo Distrito Federal Erika Kokay (PT) e Alberto Fraga (DEM) tiveram mais uma briga, na tarde desta terça-feira (7/11), na Câmara dos Deputados. Os dois trocam farpas durante a discussão de matérias relacionadas à segurança pública, que estão sendo votadas no plenário da Casa.

Os parlamentares debatem projetos de leis que buscam pôr fim à saída temporária de presos e estipulam penas mais rígidas para assassinos de policiais, entre outros. O líder do PT na Câmara, deputado Carlos Zarattini (SP), vem dizendo que o partido irá obstruir a pauta por acreditar que é preciso primeiro melhorar a segurança pública e não aumentar a população carcerária. Sobre isso, Fraga afirmou: “Não adianta o PT falar em acordo, pois eles não cumprem acordo mesmo”.

Foi, então, que a vice-líder petista na Casa Erika Kokay respondeu. “Nós exigimos respeito, exigimos respeito, deputado Fraga, respeito”.  Nervoso, Fraga voltou a atacar. “Respeita a minha palavra deputada! Não é porque você é mulher que vai tomar a frente não. Respeita a palavra dos outros! Vocês não cumprem acordo mesmo. E Vossa Excelência está aí preocupada com os bandidos, coisa que eu não estou”, bradou Fraga.

As trocas de ofensas não pararam por aí. “O Partido dos Trabalhadores votou contra um dos maiores bandidos desta Nação, chamado Michel Temer. Nos posicionamos contrários a todos os bandidos, como Eduardo Cunha, que teve, inclusive, o apoio deste que acaba de me ofender. Nós não temos nenhum conluio com bandidos. Nenhum conluio, nem com altos bandidos que saqueiam a Nação todos os dias nem como o crime”, rebateu a parlamentar.

Erika KokayCâmara dos Deputadosalberto fragavotação no plenário
 


COMENTE

Ler mais do blog